Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

TELEVISÃO

Ellen Rocche: "Faça tudo o que puder com amor e dedicação. O sucesso virá como consequência"

A atriz conta por que teve de abandonar a faculdade de Medicina e como conseguiu o reconhecimento na carreira artística


15/10/2012 17:24
Texto Cibele Carbone
Educar
Foto: Cintia Sanchez
Foto:
"Pode ser que você, assim como eu, mude de sonho. Faça tudo o que puder com amor e dedicação"

Médica. Essa era a carreira que a atriz e modelo Ellen Rocche, 32 anos, sonhava em seguir. Aprovada no vestibular para a Faculdade de Medicina da Unesp - Bauru, a loira teve de abrir mão do curso devido a uma dificuldade financeira que a sua família vivia na época. Guerreira, não deixou esse momento crítico lhe passar a perna e tratou logo de ir em uma busca de uma maneira de ajudar seus familiares, dando início na carreira de modelo. Foi assim que ficou famosa e descobriu seu talento para atuar. A seguir, a atriz - que participou do remake de O Astro, na Rede Globo, conta como encarou a fase mais difícil da sua vida e como conseguiu dar a volta por cima, conquistando o sucesso na concorrida área da dramaturgia:

Para ler, clique nos itens abaixo:
Muita gente não sabe que você foi aprovada no vestibular para a faculdade de Medicina. Como foi seu preparo?
Ellen Rocche: Nossa, eu estudei muito! Fiz Telecurso Segundo Grau em casa e estudei também com alguns amigos que faziam cursinho pré-vestibular. Eles me emprestavam os livros e depois debatíamos com os professores as matérias.
É verdade que teve de abrir mão da faculdade por motivos financeiros?
Ellen Rocche: Sim. Eu fui aprovada para estudar na Faculdade de Medicina da Unesp, em Botucatu. Como o curso é em período integral, eu não poderia trabalhar para pagar minha estadia no interior e meu pai estava desempregado nessa época.
Como foi ter de abandonar o sonho de ser médica?
Ellen Rocche: Foi frustrante para mim. Mas percebi que não poderia ficar chorando, precisava mais era ajudar a minha família. O momento era crítico, meu pai estava desempregado, minha mãe era dona de casa e estava cuidando do meu irmão mais novo com um problema cardíaco sério e eu, sendo a filha mais velha, tratei de chamar a responsabilidade para mim. Na verdade, foi tudo tão rápido que não deu para sofrer tanto.
Em que momento decidiu seguir a carreira artística?
Ellen Rocche: Meu primeiro trabalho foi na ABRA - Academia Brasileira de Arte como modelo em um curso de fotografia. Fiz um book, entrei em uma agência de modelos e comecei a fazer desfiles e comerciais. Nada foi fácil no começo. Fazia muitos testes e eram poucos os trabalhos concretizados. Através de um teste fui trabalhar no SBT. Fiquei conhecida e saí em muitas capas de revistas e participei de uma quantidade enorme de programas de televisão. Os trabalhos começaram a aumentar. Era chamada para eventos, só para estar presente na festa, não tinha que fazer nada. Foi me dando um vazio tão grande, uma vontade de estudar, de ser reconhecida por algo que não fosse só a beleza. Então, decidi ser atriz.
Como se preparou para essa carreira?
Ellen Rocche: Fui estudar. Fiz muitos cursos, workshops, sempre fui muito dedicada. Acredito que quanto mais uma pessoa se aproxima de suas metas, mais crescem as dificuldades. Pode-se vencer na vida pela inteligência, pela habilidade ou pela sorte, mas nunca sem trabalho. E o estudo é fundamental na carreira de ator.
Acredita que sua beleza ajudou a abrir algumas portas na carreira artística?
Ellen Rocche: Sim, fiquei conhecida primeiramente pela beleza, depois pelo trabalho como modelo.
Você deu uma declaração falando que tinha preconceito com as modelos. Você já sofreu preconceito?
Ellen Rocche: Infelizmente, o meu preconceito era porque eu achava a vida de modelo fácil, que bastava ser bonita e só. Eu não sabia o duro que essas meninas e rapazes dão, indo para vários castings, fotografando e filmando horas e horas, a disciplina com a alimentação, com o corpo, o jogo de cintura com os nãos que recebem e ainda terem que ficar com a autoestima sempre em dia para ficarem poderosos na foto, em uma profissão tão curta. Eu tive que sentir na pele tudo isso para dar valor à profissão, já que entrei nesse meio por necessidade e não por vaidade. Se sofri preconceito não senti. Procuro não me preocupar com o que os outros estão pensando . É claro que vez ou outra sinto alguma resistência e faço questão de me apresentar, mostrar quem sou de verdade. Preconceito é muito feio!
Hoje você tem condições financeiras para seguir a profissão que quiser. Ainda pensa em cursar alguma faculdade?
Ellen Rocche: Estudar é sempre bom. Estou focada na minha carreira como atriz, que me dá a possibilidade de viver muitas vidas em uma, ter muitas profissões, estar em constante aprendizado, em movimento. Não descarto a possibilidade de fazer alguma faculdade daqui a algum tempo.
Acredita que a faculdade é essencial para sucesso profissional de uma pessoa?
Ellen Rocche: Não acredito que ela seja essencial, mais sim importante. Conheço muitas pessoas que não fizeram faculdade e obtiveram sucesso porque amam o que fazem.
Qual o conselho que deixa para os jovens que abrem mão da faculdade por causa de dificuldades financeiras?
Ellen Rocche: Às vezes, a vida nos coloca em situações que não esperamos. O meu conselho é que nunca desistam dos seus sonhos. Pode ser que o caminho seja mais longo, mas se vocês persistirem e não deixarem de acreditar, um dia esse sonho se transformará em realidade. Pode ser que você, assim como eu, mude de sonho. Faça tudo o que puder com amor e dedicação, ou procure alguma atividade que você ame, o sucesso virá como consequência.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada