Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

FAMÍLIA

Ronnie Von: "Se tivesse ouvido mais meus filhos, erraria menos!"

O cantor e apresentador conta como foi a aventura de criar sozinho dois de seus três filhos, fala da educação que recebeu e discute o ensino atual


16/07/2012 12:10
Texto Rose Delfino e Mariana Brandão
Tititi
Foto: Laison Santos
Foto:
"Criei meus filhos para o mundo e não sob minhas asas", contou o apresentador

Boa estrutura familiar aliada a uma educação de qualidade. Essa é a receita de Ronnie Von, 67 anos, para criar bem os filhos. O querido artista que educou sozinho Alessandra, 41 anos, e Ronaldo, 40, de seu primeiro casamento, também é pai de Leonardo, 25, da união com Cristina Von, com quem vive uma relação de muito companheirismo há 26 anos.

Nesta entrevista, o cantor e comandante do programa Todo Seu, da TV Gazeta, relembra os tempos de escola, critica o ensino público atual, dá sua opinião sobre o método tradicional e o moderno e fala de seus filhos com extremo amor: "Olhando para eles agora, só tenho do que me orgulhar. Me sinto muito satisfeito com a educação que consegui passar!" Vamos ao nosso papo?

Para ler, clique nos itens abaixo:
Como foi sua educação?
Ronnie Von: Bastante formal, com influência europeia. Minha mãe (Noly Nogueira, já falecida) era assim e sempre ensinou o melhor. E minha geração sentia-se na obrigação de mostrar que aprendeu, de dizer a que veio.
Seus pais eram exigentes em relação à escola?
Ronnie Von: Minha mãe cobrava mais o falar bem, ter boa postura, vestir-se com elegância, saber sentar à mesa. Já meu pai (José Maria Nogueira) exigia a instrução fundamental: boas notas, frequência nas aulas... Se eu dava uma escorregada, ele já reclamava. Para mim, tirar nota oito era uma vergonha e hoje é muito diferente. Mas a cobrança nunca foi tão necessária porque eu era CDF (risos)!
Estudou em colégio público?
Ronnie Von: Sempre. Naquela época, quem frequentava escola particular era visto como filhinho de papai, que pagava e passava de ano. Além do conteúdo de qualidade, aprendi valores da vida que hoje, infelizmente, estão em desuso, como a gentileza e o respeito aos mais velhos. E também a ver o meu próximo como semelhante.
Sua família tinha dinheiro e mesmo assim optou pelo ensino gratuito?
Ronnie Von: É, o ensino público brasileiro era de excelência antigamente. Mas também hoje muitos ricos são deslumbrados, desconhecem o real sentido de educação. Usam o poder do dinheiro para humilhar os outros. Isso é deseducação, deselegância! Antigamente, quem tinha mais recursos não era assim. Minha mãe dizia: "Ser educado é não fazer o semelhante sofrer". Eu adaptei: ser educado é fazer o semelhante feliz. Isso é uma obrigação, porque está ao nosso alcance. A gentileza é um valor em extinção.
Como vê a educação pública do Brasil hoje?
Ronnie Von: Isso me causa uma tristeza sem fim! Sou empresário, pago impostos em dia, emito notas fiscais e se não pagar, o governo me quebra! Quando pago tudo isso, me sinto confiscado, pois vivo em um país em que os professores ganham baixos salários, não são valorizados e as escolas estão caindo aos pedaços. Amo meu país, mas isso me deixa indignado. Quero qualidade no ensino público. Esse é um direito!
Tem alguma lembrança marcante da época escolar?
Ronnie Von: Eis minhas duas maiores lembranças: professora Denise, de matemática, e professora Vânia, de geografia. Duas paixões platônicas! (Risos).
E gostava das duas disciplinas?
Ronnie Von: Não tinha apreço pela matemática, mas fui apaixonado por geografia e pelas demais ciências humanas. Não tinha noção, mas vejo hoje como a matemática é importante!
Fez faculdade?
Ronnie Von: Sim. Sou formado em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), porém nunca exerci a profissão. Só fiz estágio na empresa da família. Na época, comecei a me envolver com a música e resolvi seguir esse caminho.
E eles apoiaram sua decisão?
Ronnie Von: Aos poucos foram se acostumando. A única que me apoiou de cara foi minha mãe. Ela dizia que eu tinha que fazer o que faria bem!
Diploma é importante?
Ronnie Von: Tenho uma opinião talvez polêmica sobre esse assunto. Meu filho mais novo, Leonardo, e seus amigos lutaram muito para ter uma formação em Propaganda e Marketing e não exercem. Acho importante é a formação técnica, o país precisa de técnicos. Pra que ser um doutor, se não vai colocar a mão na massa? Não sou contra a formação acadêmica, mas isso não é o principal.
Você assumiu a guarda dos seus filhos Alessandra e Ronaldo quando eles eram crianças. Foi muito difícil educá-los?
Ronnie Von: A escola me ajudou bastante. Deve existir uma parceria entre o colégio e os pais, isso é da maior importância para a educação de uma criança.
Apoiou-se em determinada filosofia especial?
Ronnie Von: Criei meus filhos para o mundo e não sob minhas asas. Mostrei o que sabia da melhor forma que pude. E procurei sempre estar presente na rotina deles, sentar para conversar... E, assim, deu tudo certo.
Tem algo que mudaria?
Ronnie Von: Há coisas que queria ter feito diferente. Por exemplo, eu os ouviria mais. Os pais devem escutar mais seus filhos. A criança, o jovem, em geral, têm outra visão das coisas, e essa troca é produtiva. Se tivesse ouvido mais meus filhos, erraria menos.
Na sua opinião, a educação conservadora é mais efetiva?
Ronnie Von: Hoje tem que haver um meio-termo. A coisa conservadora não tem mais tanto espaço, então, deve-se equilibrar. O mundo é equilíbrio e bom senso. Se existe algo bom no modelo antigo, aproveite e faça o mesmo com as novas formas de se educar. O tradicional e o moderno devem seguir de mãos dadas.
Por fim, qual a importância da educação para a sociedade?
Ronnie Von: É fundamental. Sem educação e sem família, o ser humano é um mamífero primata. A nossa diferença é que podemos ser educados, enquanto os demais animais só podem ser adestrados. Temos que aproveitar esse diferencial!

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada