Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

DETERMINAÇÃO

Thiago Pereira: "A Educação é fundamental para formação de todo cidadão"

Medalhista de prata nos 400 metros medley nas Olimpíadas de Londres, o nadador fala sobre a vontade de voltar à faculdade e, é claro, sobre o orgulho de ter vencido Michael Phelps


11/09/2012 11:43
Texto Camilo Gomide
Educar
Foto: Cintia Sanchez
Foto: Atleta desde jovem, Thiago nunca deixou de lado a escola
Atleta desde jovem, Thiago nunca deixou de lado a escola

A primeira vez de Thiago Pereira numa piscina foi traumática. Com menos de dois anos ele caiu na água e quase se afogou. Depois do incidente, a mãe, dona Rose, matriculou o filho em uma escolinha de natação. O garoto pegou gosto e mostrou talento. Aos 12 anos ganhou sua primeira medalha (um bronze) em um campeonato em Volta Redonda (RJ), sua cidade natal, e começou a se destacar em competições federadas no estado do Rio de Janeiro.

Os bons resultados que conquistou nos anos seguintes despertaram o interesse do Minas Tênis Clube. Em 2001, foi integrado à equipe do clube que o projetou entre os melhores nadadores do país. Apesar da rotina de treinamentos, Thiago não relaxava na escola durante a adolescência. "Nunca faltei ao colégio e minha mãe sempre me cobrou disciplina nos estudos", disse ao Educar para Crescer. 

Em 2009, o atleta mudou-se para os Estados Unidos da América, onde passou a treinar na Universidade do Sul da Califórnia. Lá, além de treinar entre campeões olímpicos e melhorar seu rendimento, começou o curso de administração de empresas. "Ainda não concluí a faculdade, mas voltarei a fazer administração nos Estados Unidos quando encerrar minha carreira após 2016", diz Thiago.

De volta ao Brasil após a conquista mais importante de sua carreira - até agora-, medalha de prata nos 400 metros medley nas Olimpíadas de Londres, Thiago Pereira falou ao Educar para Crescer sobre a importância da educação, da vida de atleta e da sensação de ter deixado pra trás nas piscinas a lenda olímpica Michael Phelps.

Para ler, clique nos itens abaixo:
Como você se sentiu tendo superado uma lenda como Michael Phelps na prova dos 400m medley?
É o maior nome do esporte mundial no século. Bater na frente dele é digno de orgulho. Será uma história que vou contar pro resto da minha vida.
Qual a importância do esporte na vida de uma pessoa? Quais foram as principais lições que você tirou e tira da vida de atleta?
O esporte, assim como a educação, é fundamental, mas no meu caso é a minha vida. Me dedico às piscinas desde os 12 anos e aconselho a todas as pessoas a praticar pelo menos uma modalidade. Tirei muitas lições de como se deve lutar e buscar seus sonhos. Com 26 anos tenho uma medalha olímpica, motivo de muito orgulho.
Qual a importância da educação na sua vida?
Fundamental para formação de todo cidadão. Nunca faltei ao colégio e minha mãe sempre me cobrou disciplina nos estudos. Ainda não concluí a faculdade, mas voltarei a fazer administração nos Estados Unidos quando encerrar minha carreira após 2016.
Assim como muitos atletas você começou no esporte ainda menino. Isso atrapalhou de alguma forma seus estudos? É possível - e necessário - conciliar a formação de um atleta a uma boa educação?
Nunca atrapalhou. Como eu disse, adaptava meus estudos com os treinos de natação. Em todos os países desenvolvidos, como os Estados Unidos, o atleta é formado na escola e nunca deixa de estudar.
O que você acha do sistema de bolsas para atletas concedidas nas universidades americanas? O Brasil poderia aprender com esse modelo?
Perfeito, por isso que eles ganham todas as olimpíadas. O atleta consegue ter um alto nível de treinamento e conciliar os estudos. O Brasil deveria copiar essa ideia e com isso muitos atletas, não só na natação, não precisariam desse tipo de intercâmbio.
Você gosta de ler?
Sim. Sempre leio.
Qual seu livro preferido?
A biografia do Ayrton Senna.
Na época da escola, quais eram suas matérias favoritas?
Não vou dizer educação física, porque não vale. Gostava de matemática.
Se não fosse nadador, que profissão você teria escolhido?
Não tenho nem ideia. Pergunta difícil, já que sempre vivenciei o clima de competição e do esporte. Mas certamente estaria na Faculdade.
Que conselho você daria aos jovens nadadores?
Foco e determinação. É preciso seguir o seu sonho e batalhar dia a dia para que ele se realize.
Quais são suas expectativas e metas pras olimpíadas de 2016, no Rio?
Sei que não estarei tão novo, mas a experiência também conta bastante para o resultado. Quero novamente uma medalha e vou fazer o meu melhor para isso.
Qual a importância da sua família em sua formação como atleta e ser humano?
Muito importante. Minha família me apoiou do começo ao fim, principalmente minha mãe, Rose. Se há estrutura na família, passando bons valores e exemplos, o atleta tem estrutura psicológica e emocional nas competições.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada