Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

CULTURA

26 filmes para assistir com seu filho

Um filme não precisa ser didático para ensinar valores importantes na formação dos alunos. Conheça obras do cinema aplaudidas por críticos e professores


24/06/2014 16:52
Texto Gabriel Navarro
Educar
Foto: Maurício Melo
Foto: O cinema é capaz alimentar o intelecto com diversão
O cinema é capaz de alimentar o intelecto com diversão

Todos podem se espelhar em exemplos do cinema para descobrir maneiras de aprender e ensinar melhor. Sem deixar de se divertir nem se emocionar. Como explica a professora de Cinema e vice-coordenadora da Cinemateca da PUC (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) Verônica Ferreira Dias, um filme "é sempre algo atrativo, porque traz entretenimento e reflexão também".

Para ela, quando a sétima arte retrata processos de aprendizado bem-sucedidos, é capaz de despertar o espírito crítico da sociedade. "As pessoas acabam repensando o sistema educacional, já que nem sempre têm paciência para ouvir discursos teóricos de especialistas". E Verônica não está sozinha. Arte-educador e doutor em Educação pela USP (Universidade de São Paulo), Marcos Ferreira dos Santos pensa de modo semelhante. "O cinema faz com que a gente tenha um 'olho privilegiado' e consigamos entrever coisas invisíveis em certas situações".

Por outro lado, o professor tem suas ressalvas e não acredita que campeões de bilheteria sejam os mais indicados para falar sobre Ensino. "Blockbusters são direcionados demais para fins comerciais, não saem do lugar-comum, e por isso é difícil alguém acordar para a necessidade de aprender". Será? A professora da PUC acha que os chamados "filmes de arte" não conseguem atingir as massas e acabam sendo um esforço muitas vezes sem grandes resultados.

Faça o teste! Que filme ver com o seu filho?
Confira a seleção de filmes ideal para a sua família.
"Algo como Legalmente Loira contesta o estereótipo da 'patricinha loira e burra', quando ela chega à Harvard e faz o público enxergar que o importante é o esforço pessoal", comenta Verônica. Clássico, cult ou popular, é sempre você quem decide. Conheça melhor abaixo os filmes selecionados pelo Educar que mostram como, de uma forma ou de outra, o importante é aprender uma lição para o resto da vida.

Para ler, clique nos itens abaixo:
1. Dúvida

FILME: Dúvida, dirigido por John Patrick Shanley, com Meryl Streep e Philip Seymour Hoffman, 2008. Classificação indicativa: 16 anos.

A HISTÓRIA: Em 1964, no bairro novaiorquino do Bronx, uma escola católica se divide entre a rigidez da diretora, irmã Aloysius Beauvier (Meryl Streep), e o carisma libertário do padre Flynn (Philip Seymour Hoffman), que também atua como professor na instituição. A partir de pistas incertas, a religiosa começa a suspeitar que ele tenha cometido abuso sexual contra um novo aluno, o primeiro negro a estudar no colégio. A dúvida entre a culpa ou inocência do padre também atinge a jovem irmã James (Amy Adams), que não consegue escolher qual dos colegas deve ajudar.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
2. Ao Mestre com Carinho

FILME: Ao Mestre com Carinho, dirigido por James Clavell, com Sidney Poitier, 1967. Classificação: livre.

A HISTÓRIA: Mark Thackeray (Sidney Poitier) é um engenheiro desempregado que resolve dar aulas no bairro operário de East End, em Londres. Mas a turma, cheia de alunos indisciplinados, fará de tudo para que ele desista da sua missão, como fez com os professores anteriores.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
3. Billy Elliot

FILME: Billy Elliot, dirigido por Stephen Daldry, com Julie Walters e Jamie Bell, 2000. Classificação: livre.

A HISTÓRIA: Billy Elliot (Jamie Bell) é um garoto de 11 anos que vive em uma pequena cidade mineradora da Inglaterra. Mesmo obrigado pelo pai a treinar boxe, fica fascinado com o balé. Estimulado pela professora de dança da academia que freqüenta (Julie Walters), ele resolve deixar a luta de lado e se dedicar totalmente ao balé e precisa enfrentar os preconceitos da sociedade local.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
4. O Céu de Outubro

FILME: O Céu de Outubro, dirigido por Joe Johnston, com Jake Gyllenhaal e Chris Cooper, 1999. Classificação: livre.

A HISTÓRIA: O adolescente Homer Hickam (Jake Gyllenhaal) vive em uma cidade no interior dos EUA que vive basicamente da mineração. Ao saber que os russos lançaram o satélite Sputnik ao espaço, ele começa a sonhar em colocar um foguete em órbita. Para isso, Homer convence alguns amigos a ajudarem e, com o apoio de uma professora, dá início ao projeto que irá mudar sua vida para sempre.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
5. Escola de Rock

FILME: Escola de Rock, dirigido por Richard Linklater, com Jack Black e Joan Cusack, 2003. Classificação: livre.

A HISTÓRIA:Um roqueiro (Jack Black) foi demitido da própria banda e tenta trabalhar como professor de música numa rígida escola particular. Lá, desperta nos estudantes interesse por diversos instrumentos e eles decidem montar uma grande banda sem que os pais saibam.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
6. Gênio Indomável

FILME: Gênio Indomável, dirigido por Gus Van Sant, com Matt Damon e Robin Williams, 1997. Classificação: 14 anos.

A HISTÓRIA: Will Hunting (Matt Damon) tem 20 anos e já registrou algumas passagens pela polícia. Trabalhando como servente em uma universidade, se revela um gênio em matemática. Ele faz terapia, por decisão judicial, mas não apresenta resultados de melhora porque debocha de todos os analistas. Até encontrar um com quem de se identifica.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
7. O Homem-Elefante

FILME: O Homem-Elefante, dirigido por David Lynch, com Anthony Hopkins e John Hurt, 1980. Classificação: livre.

A HISTÓRIA: John Merrick (John Hurt), um desafortunado cidadão da Inglaterra vitoriana é portador do caso mais grave de neurofibromatose múltipla registrado, com 90% do corpo deformado. Ele é considerado deficiente mental e explorado em circos de aberrações até ser descoberto pelo médico Frederick Treves (Anthony Hopkins), que o leva a um hospital onde se revela um ser sensível e inteligente. Inspirado na vida de Joseph Merrick.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
8. Legalmente Loira

FILME: Legalmente Loira, dirigido por Robert Luketic, com Reese Whiterspoon e Luke Wilson, 2001. Classificação: livre.

A HISTÓRIA: Poucas pessoas no mundo têm os mesmos privilégios que Elle Woods (Reese Whiterspoon). Ela é linda, loira natural, tem muito dinheiro e namora o garoto mais desejado do colégio. Porém, quando ele vai estudar direito em Harvard e se encanta por uma arrogante colega de classe, dispensa Elle por considerá-la fútil. Inconformada com a situação, a patricinha decide ingressar na mesma universidade e provar a todos sua capacidade.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
9. Mr. Holland: Adorável Professor

FILME: Mr. Holland: Adorável Professor, dirigido por Stephen Herek, com Richard Dreyfuss e William H. Macy, Classificação: livre. 1995.

A HISTÓRIA: Em 1964, um músico (Richard Dreyfuss) resolve começar a lecionar para ter mais dinheiro e assim se dedicar a compor uma sinfonia. Mas os alunos se mostram pouco interessados e as coisas se complicam quando a esposa dele da luz a um bebê surdo. Para poder financiar os estudos especiais e o tratamento do filho, o professor se envolve cada vez mais com a escola, deixando de lado seu sonho de tornar-se um grande compositor.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
10. Pink Floyd: The Wall

FILME: Pink Floyd: The Wall, dirigido por Alan Parker, com Bob Geldof, 1982. Classificação: 16 anos.

A HISTÓRIA: Órfão de pai (morto durante a Segunda Guerra Mundial), o jovem Pink Floyd (Bob Geldof) tem a infância marcada pela perseguição de seu professor e pela superproteção da mãe. Adulto, ele se torna um astro do rock e entra em depressão. Para salvar sua consciência e a própria vida, Pink terá de lidar diretamente com os fantasmas do passado.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
11. Sociedade dos Poetas Mortos

FILME: Sociedade dos Poetas Mortos, dirigido por Peter Weir, com Robin Williams e Ethan Hawke, 1989. Classificação: 12 anos.

A HISTÓRIA: No final dos anos 50, ex-aluno (Robin Williams) de uma conservadora escola preparatória se torna o novo professor de literatura da instituição. Entretanto, os métodos de incentivar os alunos a pensarem por si mesmos criam um choque com a ortodoxa direção do colégio.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
12. A Cor Púrpura

FILME: A Cor Púrpura (The Color Purple, 1985, EUA, direção: Steven Spielberg, 156 min., drama, classificação indicativa: 14 anos).

A HISTÓRIA: O filme mostra a dura realidade de uma família negra patriarcal do começo do século 18, nos Estados Unidos. A história gira em torno do drama de Celie Johnson, que aos 17 anos já tem dois filhos, frutos da violência sexual do próprio pai. Além de ser privada da convivência das crianças, Celine é forçada pela família a se casar com um homem, que na verdade queria a irmã dela como esposa. Ironicamente, a vida da moça começa a mudar quando a amante do marido mostra que ela pode ser muito mais que apenas uma serva dele. Em meio à violência doméstica e à ausência dos filhos, Celine encontra refúgio escrevendo cartas. O contato com uma missionária na África, por correspondência, muda sua vida.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
13. O Sorriso de Monalisa

FILME: O Sorriso de Monalisa (Mona Lisa Smile, 2003, EUA, direção: Mike Newell, 125 min., drama, classificação indicativa: 12 anos).

A HISTÓRIA: Julia Roberts vive a professora de História da Arte Katharine Watson, que quer romper os ideais machistas da sociedade americana da década de 50. Mas ela se depara com a resistência das próprias alunas ao ingressar no corpo docente do Colégio Wellesley. A instituição é famosa por preparar jovens para a vida matrimonial e de dona de casa. Mesmo assim, Katharine decide ir contra as normas para mostrar às estudantes que elas são capazes de enfrentar os desafios da vida adulta sem estar, necessariamente, à sombra de um homem.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
14. Uma Mente Brilhante

FILME: Uma Mente Brilhante (A Beautiful Mind, 2001, EUA, direção: Ron Howard, 135 min., drama, classificação indicativa: 12 anos).

A HISTÓRIA: O gênio da matemática John Nash ganha fama no mundo acadêmico ao formular um complexo teorema aos 21 anos de idade. Sua habilidade com as ciências exatas o leva a um trabalho secreto para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Atormentado pela sensação de estar sempre perseguido, o professor põe em risco sua carreira e seu casamento. Mas os problemas de Nash começam mesmo quando ele é diagnosticado com esquizofrenia. Após anos de luta contra a doença, o matemático consegue se reintegrar à sociedade e acaba sendo premiado com o Nobel. A história é baseada num fato real.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
15. O Clube do Imperador

FILME: O Clube do Imperador (The Emperor's Club, 2002, EUA, direção: Michael Hoffman, 109 min., drama, classificação indicativa: 12 anos).

A HISTÓRIA: O ator Kevin Kline vive William Hundert, um docente apaixonado pela profissão e cheio de princípios clássicos. Seu mundo conservador é chacoalhado por um estudante recém-chegado à escola. O que começa como um choque de gerações dá lugar a uma surpreendente relação professor-aluno. O resultado desta experiência é uma lição de vida para ambos, principalmente quando, durante uma competição que dá nome ao filme, o docente se vê numa saia-justa que coloca em xeque seus princípios.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
16. Meu mestre, minha vida

FILME: Meu Mestre, Minha Vida (Lean On Me, 1989, EUA, direção: John G. Avildsen, 109 min., drama, classificação indicativa: 12 anos).

A HISTÓRIA: Baseada na história real de Joe Clark, um diretor arrogante e professor pouco ortodoxo. Ele é convidado a assumir a direção da instituição de onde havia sido demitido como docente. O colégio, que no passado era acolhedor, se torna um ambiente hostil, controlado por gangues, e local de consumo de drogas. O perfil rígido torna Clark o homem certo para recolocar a escola nos trilhos, mesmo que para isso ele tenha de enfrentar arruaceiros e até as autoridades locais.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
17. Mentes que Brilham

FILME: Mentes que Brilham (Little Man Tate, 1991, EUA, direção: Jodie Foster, 99 min., drama, classificação indicativa: 14 anos).

A HISTÓRIA: Uma mãe vive o dilema de criar um filho cuja capacidade mental é extraordinária. Ela quer que o garoto, de apenas sete anos, tenha uma vida normal. Mas para isso, suas atitudes devem limitar a genialidade da criança. A mulher, de origem simples, tem medo de que seu filho seja visto como uma aberração, devido aos seus talentos precoces com a matemática e as artes. Por sua vez, o menino entende que é uma pessoa diferente das demais e não quer abrir mão de usar a inteligência.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
18. A Onda

FILME: A Onda (Die Welle, 2008, Alemanha, direção: Dennis Gansel, 107 min., drama, classificação indicativa: 16 anos).

A HISTÓRIA: Um jovem professor se torna popular entre os alunos de Ensino Médio de um colégio na Alemanha por usar métodos pouco usuais de ensino. Para explicar a dominação de um povo por um ditador (fascismo), o docente propõe que a turma crie uma espécie de sociedade fechada, em que os integrantes devem obedecer a certos rituais para serem aceitos. O exercício é tão eficiente que o próprio professor perde o controle do totalitarismo proposto por ele. E as consequências são trágicas.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
19. A Prova

FILME: A Prova (Proof, 2005, EUA, direção: John Madden, 99m min., drama, classificação indicativa: 12 anos).

A HISTÓRIA: Catherine é uma jovem matemática que herda a genialidade de seu pai. Ele está no fim da vida, morrendo de esclerose - e ela teme desenvolver a mesma doença e perder a capacidade de lidar com os números. Angustiada, a moça se afasta do convívio social e vive isolada na casa da família. Na véspera de seu 27º aniversário, ela recebe a visita da irmã e de um ex-aluno do pai. Ambos estão interessados nos maiores bens deixados para ela: a casa e os cadernos em que o professor possa ter registrado uma brilhante teoria matemática.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
20. Pro dia nascer feliz

FILME: Pro Dia Nascer Feliz (2006, Brasil, direção João Jardim, 88 min., documentário, classificação indicativa: livre).

A HISTÓRIA: O documentário mostra os principais problemas que os jovens brasileiros enfrentam na escola: precariedade, preconceito, violência e abandono. Adolescentes de três estados e de classes sociais diferentes conduzem a narrativa ao contarem suas frustrações no ensino.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
21. Encontrando Forrester

FILME: Encontrando Forrester (Finding Forrester, 2000, EUA, direção: Gus Van Sant, 136 min., drama, classificação indicativa: 12 anos).

A HISTÓRIA: Um jovem negro da periferia de Nova York consegue uma bolsa de estudos em uma das melhores escolas particulares da cidade, graças às notas que conquistou no colégio público. Só que o ele não consegue superar a barreira do preconceito, por ser negro e pobre. O talento do rapaz em escrever o leva a conhecer William Forrester (vivido por Sean Connery), um brilhante escritor que vive recluso. Ele percebe a capacidade do jovem e o incentiva a prosseguir. Desse relacionamento, nasce uma bela e edificante amizade.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
22. Um Sonho Possível

FILME: Um Sonho Possível (The Blind Side, 2009, EUA, direção: John Lee Hancock, 128 min., drama, classificação indicativa: 10 anos).

A HISTÓRIA: História real do astro do futebol americano Michael Oher. O jogador só ganha a chance de mostrar seu talento em campo com a ajuda da família milionária Tuohy, que o adota. Oher cresceu na periferia da cidade de Memphis e nunca conseguiu frequentar uma escola com regularidade. Mas sua vontade de entrar na faculdade para jogar futebol americano no time da universidade é maior do que qualquer obstáculo. A evolução do jovem nos estudos e no esporte também vale como troféu para a família que o acolheu.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
23. Entre os Muros da Escola

FILME: Entre os Muros da Escola (Entre Les Murs, 2007, França, direção: Laurent Cantet, 128 min., drama, classificação indicativa: 12 anos).

A HISTÓRIA: François Marin é professor de francês em uma escola secundária, localizada na periferia de Paris. Ele e seus colegas se esforçam para que os alunos aprendam o conteúdo. François busca estimular a turma, mas tem de enfrentar a falta de educação e o descaso dos jovens. O professor ainda tem de lidar com os conflitos étnicos e culturais: as classes têm alunos franceses e imigrantes das ex-colônias da França na África.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
24. O Preço do Desafio

FILME: O Preço do Desafio (Stand and Deliver, 1988, EUA, direção: Ramón Menéndez, 103 min., drama, Classificação Indicativa 14 anos).

A HISTÓRIA: O professor de Matemática Jaime Escalante leciona numa típica escola americana da periferia, que recebe alunos hispânicos, negros e integrantes de gangues. A instituição trata quase todos como pessoas fracassadas, condenadas a não ter um futuro muito interessante. Mas Escalante quer provar que o rótulo está errado, e começa a incentivar uma turma de estudantes a estudar cálculo avançado. O objetivo é fazer o grupo passar no dificílimo teste da matéria, aplicado pelo governo.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
25. Ser e ter

FILME: Ser e Ter (Être et Avoir, França, 2002, direção: Nicolas Philibert, 104 min., documentário. classificação indicativa: livre).

A HISTÓRIA: O documentário mostra a rotina de uma escola de ensino fundamental, na região rural da França, que tem apenas uma classe. O filme conta as dificuldades e dedicação ímpar de um professor - George Lopez - que tem de lidar com alunos entre 4 e 11 anos. Às vésperas da aposentadoria, Lopez mostra como se preocupa em educar a turma não só no que diz respeito aos conteúdos curriculares.

Para ler a matéria completa, clique aqui.
26. Elefante

FILME: Elefante (Elephant, 2003, EUA, direção: Gus Van Sant, 81 min., drama). Classificação: 12 anos.

A HISTÓRIA: O filme faz referência à tragédia ocorrida no estado norte-americano do Colorado, em 1999, quando dois alunos invadiram a escola onde estudavam e atiraram contra colegas e professores. A história se passa na cidade de Portland, mas se baseia no caso que virou notícia no mundo todo. Nele, dois jovens planejam o crime e conseguem comprar armas semi-automáticas para colocar o plano em prática.

Para ler a matéria completa, clique aqui.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada