Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

PARTICIPAÇÃO

Por que é importante conversar com a escola sobre a lição

Entender o que a escola pretende com o envio de tarefas para casa é fundamental para saber como apoiar seu filho na realização das atividades


22/02/2015 17:55
Texto Luciana Fleury
Educar
Foto: Claudia Marianno
Foto: A função da lição pode variar conforme a disciplina, mas é preciso que haja coerência
A função da lição pode variar conforme a disciplina, mas é preciso que haja coerência

Seu filho tem uma dúvida na lição de casa. Você ajuda até onde acha que deve, para não interferir no trabalho do professor, mas ele não consegue resolver o exercício. No dia seguinte, ele volta da escola emburrado, dizendo que o professor tirou ponto por ele ter entregado a lição incompleta. É... deste jeito fica difícil entender, afinal, o que as escola querem. Exatamente por isso, o melhor a fazer é ir à fonte: falar com o professor ou o coordenador. "Os pais precisam saber claramente o que a escola pretende com a lição de casa para orientar seus filhos de maneira correta", afirma a psicóloga Danila Coser.

1808 Lição de casa é participação
Confira mais dicas como estas no especial Lição de Casa.

 
Vale saber que as respostas variam de escola para a escola. Em algumas, por exemplo, a lição pode ser mandada somente após uma longa série de explicações e a missão do aluno é, sim, mostrar ter condições de responder tudo sozinho (como acontece no momento da prova). Em outras, a lição é usada como um "termômetro" do aprendizado e as dúvidas e erros servirão para mostrar para o professor o que ele precisa revisar.

As diversas formas de uso são aprovadas por especialistas, desde que façam sentido para o jeito de ensinar da escola. "A lição pode até ter várias funções na mesma escola, mas é preciso que a base seja comum a todos os professores, ou seja, haja uma coerência", alerta a educadora e psicopedagoga Heloisa Padilha. Em português e inglês, por exemplo, os professores podem querer ser os primeiros leitores de um texto para orientar a produção. Já em geografia e história, os alunos podem perguntar para os pais conseguem entender a lógica do texto (começo, meio e fim) para que o professor se atenha apenas ao conteúdo.

Diante de tantas possibilidades, a única saída é mesmo preparar-se para uma conversa detalhada com a coordenação pedagógica da escola. Para ajudar, confira 5 perguntas que não podem deixar de ser feitas neste bate-papo. E saiba: mesmo mantendo seu filho na mesma escola, elas devem ser feitas a cada novo ano escolar, pois a orientação pode mudar conforme a criança amadurece.

Listamos 5 perguntas para você fazer à escola:

Para ler, clique nos itens abaixo:
1. Qual o objetivo da lição de casa?
Se a escola manda lição para casa é porque isto faz parte da estratégia dela de como ensinar os alunos. A lição deve ser uma ferramenta para o aprendizado. Fica mais fácil saber o que fazer diante da tarefa escolar de seu filho se você entende como esta ferramenta é usada pela escola.
2. Qual o nível de interferência dos pais é recomendado?
Será que a escola quer que você acompanhe seu filho na hora da lição? Às vezes, esta pode ser uma forma usada pela escola para aproximar mais os pais da rotina escola dos filhos e mostrar que o estudo é algo valorizado pela família. Mais: se a escola deseja algo que está fora das possibilidades familiares, como estar fisicamente ao lado do filho enquanto ele faz a lição e o trabalho de pai e mãe impossibilita isso, o ideal é conversar de que forma isso pode ser contornado. A escola deve ajudar a encontrar soluções criativas para isso (como pedir então que ele deixe a lição para você ler à noite e conversar sobre ela pela manhã, etc.).
3. Como agir quando a criança tiver dúvidas ou não fizer com capricho?
Você precisa ter claro até onde ir na hora de apoiar. A escola acha que você pode dar dicas gerais ou tentar explicar do seu jeito? Você pode exigir respostas mais completas caso perceba certa preguiça, trabalhos mais bem feitos ou pedir que ele reescreva o texto porque está confuso? Ou a escola é que irá cobrar isso dele?
4. Como e quando a lição de casa é corrigida?
Este é uma pergunta fundamental. A escola deve mostrar que seus professores estão comprometidos com a correção da lição. A falta de correção frustra a criança (afinal ela se empenhou e cumpriu sua parte e parece que de nada valeu). E também pode levar seu filho a cometer erros de forma repetitiva, afinal, se ele confundir evaporação com condensação e ninguém alertá-lo, como ele saberá que trocou uma coisa pela outra?
5. A entrega dos deveres faz parte da composição da nota?
Em algumas escolas a entrega da lição de casa conta pontos de participação; em outras, não há pontos pela entrega, mas redução da nota de quem não faz; há ainda, escolas nas quais a lista de exercício feita em casa vale nota.

Também pode acontecer uma situação mista, na qual algumas lições valem nota e outras não. O importante é que o professor deixe a regra clara para a classe.

Em todos os casos, os pais devem saber quais os critérios de avaliação. Por exemplo, se seu filho deixar de responder um exercício por não saber como resolvê-lo, a lição será considerada incompleta?

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada