Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

VESTIBULAR

Mande bem na redação!

Fazer um bom texto é um grande diferencial para que você não perca pontos na prova de concursos públicos. Aprenda as técnicas para arrasar na escrita e garantir a vaga


08/05/2013 17:20
Texto Anna Carolina Oliveira
Viva
Foto: Wikimedia Commons
Foto: A prática da leitura ajuda a fixar a grafia das palavras
A prática da leitura ajuda a fixar a grafia das palavras

Qual a receita de uma boa argumentação escrita? Este modelo de redação, sugerido pela professora Cláudia Beltrão, da Central de Concursos, aborda os problemas que o homem enfrenta no mundo atualmente. Nele, a especialista destacou dez pontos essenciais para que um texto seja bem escrito. Leia e use os exemplos na sua prova!

Para ler, clique nos itens abaixo:
Dez dicas para uma boa redação
1. Na maioria das vezes o título não é exigido, mas é sempre bom verificar na folha de proposta da redação.

2. Sua tese deve encabeçar o texto. Nada de rodeios. Vá direto ao assunto e seja clara.

3. Assim como a tese, apresente de forma direta e concisa os argumentos enumerados no esqueleto.

4. O contraponto também é importante. Mostra que você sabe que existem pontos positivos e que você entende o outro lado.

5. Dê exemplos concretos que sustentem seu argumento.

6. O mais aconselhável é usar a primeira pessoa do plural. Falar só na primeira do singular - eu - pode tornar sua redação mais pessoal do que ela deveria ser.

7. Se ficar na dúvida sobre a grafia de uma palavra, tente escrever as duas formas que vieram à sua cabeça. Olhou e continua indecisa? Bem, use um sinônimo. Neste caso, uma boa opção seria "muitas mortes" ou "mortes em massa".

8. Ter repertório é fundamental para construir uma boa argumentação.

9. "Embora", "além disso", "outra preocupação", "mesmo assim", "ainda que" são alternativas para abrir um parágrafo.

10. Depois de apresentados os argumentos, você expõe sua conclusão sobre o tema para o leitor.
Antes da prova
- Só escreve bem quem lê bastante. Welington Andrade, professor de Técnicas de Redação da Faculdade Cásper Líbero, recomenda que se invista em livros, jornais e revistas. "A leitura de textos diferentes ajuda a fixar a grafia das palavras e a ter mais conhecimento."

- A professora Beatriz Flauaus, especialista em correção de redações, lembra que o candidato deve se manter atualizado: "Para defender uma tese na redação com bons argumentos, é preciso sempre assistir ao noticiário, por exemplo. Esse exercício é ótimo para formar opinião".

- Treinar a escrita é outro truque importante. Cláudia Beltrão, professora de português e redação da Central de Concursos, tem uma dica. "Escolha um artigo de uma revista ou jornal e leia um parágrafo. Tente reescrevê-lo com suas próprias palavras e compare o resultado. Veja o que ficou bom e o que precisa melhorar."
Na hora do exame
- Assim que for distribuída a redação, fique atenta à proposta. "Leia quantas vezes for necessário, até ter clareza do que foi pedido", alerta Beatriz. Verifique as recomendações, quanto ao limite de linhas e especificações, como a cor da caneta que pode ser usada.

- Após entender o tema, reflita sobre o assunto. Cláudia sugere que você se pergunte: "Como posso provar minha tese?". A partir daí, liste seus argumentos.

- Já sabe o que vai escrever? Então, antes de começar a redação, faça um esqueleto, ou seja, um esquema de como ela será. De forma resumida, enumere os argumentos e coloque-os na ordem em que serão apresentados. "Não adianta a pessoa escrever bastante e depois o texto ficar confuso ou em apenas um bloco de texto com um único parágrafo", afirma a professora Beatriz.

- Enquanto estiver fazendo a redação, concentre-se em sua estrutura. Ela não deve parecer um bloco gigante de texto; afinal, os parágrafos existem e devem ser utilizados. Mas se você não sabe usá-los muito bem, dedique um parágrafo para cada argumento listado no esqueleto.

- E se bater dúvida na hora de escrever uma palavra? O professor Welington tem uma sugestão: "Substitua o termo por um de significado parecido. Por exemplo, em vez de usar o termo 'exceder', use 'ultrapassar'".
ATENÇÃO!
Não erre no português. Evite usar...

...Clichês, jargões ou ditados populares Nada de escrever frases do tipo mais vale um pássaro na mão do que dois voando" ou "é preciso ver a questão da educação com amor e carinho".

...Exemplos pessoais para sustentar sua tese.

A estrutura do texto deve ser baseada em argumentos concretos e não em histórias de família ou de vizinhos seus.

...Defesas apaixonadas
Exclamações como "isso é um absurdo!" estão proibidas - afinal de contas, a argumentação deve ser racional e não emocional.

...Repetição de palavras e de idéias
Em vez de usar o mesmo termo várias vezes, pense em sinônimos. O mesmo vale para os argumentos, que não devem ser reescritos, pois isso deixa sua redação repetitiva e sua nota, claro, baixa.

...Garrancho
Para avaliar o conteúdo da sua redação, primeiro o corretor deve entender tudo o que você escreveu, certo? Por isso, capriche bastante na letra.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada