Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

Jorge Amado

Clique na ilustração e descubra informações sobre a vida e a obra do escritor baiano



Get Adobe Flash player

incorporar / embed

 
 
 

10 de agosto é dia de aniversário de Jorge Amado - em 2012, ele faria 100 anos. Jorge Amado morreu em 2001, pouco antes de completar 89 anos. Foi um escritor prodigioso: entre romances, memórias e enredos infantis, escreveu quase 40 livros, publicados em 50 países. Em cada obra, Jorge Amado burilou a imagem do Brasil. E que país era esse? Um país mestiço, de misturas de raça (portugueses com índios e africanos); de culturas, religiões; e também de cores, sabores. Um país alegre, festeiro, mas também capaz de enormes desigualdades econômicas e sociais.

A produção deste especial contou com a colaboração de:
Reportagem: Marion Frank. Ilustração: Maurício Mello. Conteúdo: Antonio Dimas (Literatura - USP), Ana Helena Cizotto Belline (Literatura – PUC Campinas), Gildeci de Oliveira Leite (Literatura – Universidade do Estado da Bahia), Ilana Seltzer Goldstein (Antropologia – Unicamp), Lilia Moritz Schwarcz (Antropologia - USP), Norma Seltzer Goldstein (Pós-Graduação Letras - USP).

 
Veja também:
O país de Jorge Amado e Gilberto Freyre
O professor Antonio Dimas, da USP, fala sobre a relação entre esses dois grandes pensadores do Brasil
Por dentro do mundo de Jorge Amado
Professoras da USP falam sobre a obra do escritor baiano que completaria 100 anos de idade
Resenha: Gabriela, Cravo e Canela
Êxito extraordinário no Brasil e no exterior, romance assinala a virada artística de Jorge Amado com narrativa cheia de aromas, cores e temas vibrantes
Resenha: Terras do Sem Fim
O amor de Jorge Amado à terra do cacau evidencia-se nesta obra que mescla lirismo poético com denúncia social
Dicas de livros
Poemas, crônicas, contos, biografias e outras sugestões de leitura para todas as idades
Importância da Leitura
Especialistas explicam por que é importante ler para o seu filho desde o berço