Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

ENSINO MÉDIO

As fórmulas do sucesso

Confira nossas equações com os problemas mais comuns que rolam no colégio. E aprenda a solucioná-los sem precisar de cola!


22/03/2011 17:55
Texto Cláudia Fusco
Capricho
Foto: Getty Images/Photodisc
Foto: É possível transformar o medo das novidades numa chance de ter novos amigos e experiências
É possível transformar o medo das novidades numa chance de ter novos amigos e experiências

Novas matérias, nova turma, novos colegas, quem sabe até uma nova escola. O começo do ano letivo é uma época de mudanças e, às vezes, dificuldades, como timidez e ansiedade. Saiba como superar os problemas mais comuns e transformá-los em oportunidades!

Para ler, clique nos itens abaixo:
Autoestima: Escola nova + timidez = X
X = desafio

Novos colegas, professores diferentes e um ambiente desconhecido: é, trocar de escola não é a situação mais tranquila do universo. Ao mesmo tempo, esse tipo de mudança pode prepará-la melhor para as transformações que ainda vão rolar na sua vida. Já reparou como tudo muda o tempo todo? É normal você se sentir tímida no começo do ano, quando ainda está se adaptando. Então, não fique se cobrando em chegar e se enturmar de primeira. Em vez disso, procure agir naturalmente. Sente-se no lugar da sala onde está acostumada a ficar, por exemplo. Assim, a chance de topar com pessoas que pensam parecido com você aumenta de saída. Depois, mostre-se aberta a novos amigos. Nem precisa fazer muito esforço: basta um sorriso quando os olhares se cruzarem!
Superpopulares - você = X
X = encontre sua galera

Não adianta forçar a barra: se um grupinho mostra má vontade toda vez que você tenta se aproximar, desencane. Os melhores relacionamentos são aqueles que rolam com quem você se identifica. É tão simples notar que a sintonia está rolando que fazemos isso sem pensar: entre amigos, o ritmo do papo, os gestos e até as risadas ficam harmônicos. Quando você se esforça muito para tentar agradar a um grupo, está depositando expectativa demais na amizade e na opinião dos outros. E isso não é legal, pois você acaba se colocando em segundo plano. Então, em vez de escolher amigas pelo o quanto elas são populares, procure garotas que tenham a ver com seus valores e suas ideias. Elas serão, provavelmente, as pessoas que vão acompanhá-la pelo resto da vida!
Intervalo - X = lanche calórico
X = café da manhã

Não vale a pena pular a primeira refeição do dia só para dormir mais. Se você chega à escola morrendo de fome, vai querer atacar a lanchonete inteira! O problema é que esses lanches não têm a quantidade de energia que você precisa pra encarar a aula. Além disso, o excesso de gorduras e frituras traz riscos como obesidade, pressão alta e diabetes. É mais saudável tomar um café da manhã reforçado ou montar um lanche em casa. Você pode, por exemplo, começar o dia comendo uma fruta doce, como banana e maçã, que contêm fibras, ou duas fatias de pão com queijo branco, que têm carboidratos. O ideal é tomar café da manhã sempre, mas, se não rolar, garanta uma barrinha de cereal e um suco para o intervalo. Assim, você se cuida e evita a fila da cantina!
Uniforme + X = Você mais estilosa
X = personalidade

Não é porque você está de uniforme que precisa passar despercebida no colégio. Você pode arrasar com alguns truques simples! Confira as dicas da produtora de moda Érica Folloni:
1. Use acessórios de cabelo, como tiaras, lenços estampados e headbands. Você pode usar um estilo por dia!
2. Coloque bottons no casaco do colégio e na mochila. Vai virar sua marca registrada!
3. Em vez de calçar tênis básicos, dê preferência a um sneaker, que tem cano alto e colorido. Fica lindo.
4. Dobre a barra da calça - mas só se ela não for muito larga nem mole demais.
5. Mochilas de náilon estampadas ou maxibolsas dão um colorido incrível ao look!
Amor: Garoto fofo / 2 = X
X = confusão!

Se você e a sua best gostam do mesmo garoto na escola, as duas vão precisar contornar essa situação com cuidado. Primeiro, sonde os sentimentos dela. Sua amiga está interessada no garoto há mais tempo do que você? Se for esse o caso - ou se ela parecer muito mais envolvida ­, talvez valha a pena tentar desencanar desse cara aos pouquinhos. Agora, se você está convicta de que gosta dele tanto ou mais que sua amiga, abra o jogo! Sim, é difícil: o clima entre vocês pode ficar estranho por um tempo. Mas pense que seria muito pior caso você não dissesse nada e, dias depois, ficasse com ele. Sua amiga teria motivos de sobra para achar que você a traiu, certo? Abrindo o jogo, você e sua bff podem entender melhor o que está rolando e negociar, sem perder o mais importante: a amizade!
Um novo amor + mesmo colégio = X
X = notas melhores

Estudar na mesma escola que o seu namorado não é, necessariamente, uma distração. Na verdade, se o garoto for bom aluno, a tendência é que você melhore suas notas também! Afinal, ele pode ajudá-la nas matérias que não são o seu forte, e vice-versa. Isso sem falar que você ainda garante um colírio para os olhos quando cansar de ver páginas e mais páginas do livro de história. Bom demais, né? Agora, só é preciso tomar cuidado para não perder o foco nas aulas ou se isolar da galera - ainda mais no começo do namoro, quando tudo o que vocês mais querem é passar bastante tempo juntos. Divida bem o seu tempo. Preste atenção nas aulas do professor, escolha alguns dias da semana para dividir com as amigas e tente, sempre que possível, juntar a sua turma e a dele.
Ex-namorado + seu rolo atual + mesma escola = X
X = jogo de cintura

Ih! Essa situação pode parecer bem complicada a princípio, mas tenha consciência de que você não está fazendo nada de errado. Não se deixe contagiar por um possível climão que pode rolar entre o ex e o atual. A melhor saída é conversar separadamente com ambos sobre a situação. Essa conversa deve rolar em algum lugar tranquilo, de preferência ao vivo, e não precisa ser longa. Peça ao atual que mantenha distância do garoto e não dê motivos para que o ex implique com a presença de vocês. Para o outro, deixe claro que não deve mais satisfações sobre sua vida e se afaste completamente enquanto ele parecer interessado em prejudicar seu namoro. E não dê atenção às fofocas: elas sempre rolam, mas não costumam durar muito.
Cruzar olhares + estudar juntos + trocar MSNs = X
X = S2 dele

A escola é um dos melhores lugares para conhecer gente legal. Nada mais natural: depois da própria casa, lá é onde você passa a maior parte do tempo! Sem contar que gostar de um garoto da sala é uma delícia, pois você pode encontrá-lo sempre! Então, use isso a seu favor. O primeiro passo para se aproximar é se sentar em um lugar estratégico da sala, dentro do campo de visão do menino. Isso facilita muito na hora de dar aquela olhadinha - e o seu melhor sorriso! - para chamar a atenção dele. Se quiser ser mais discreta, pode convidá-lo para estudar com a turma ou então incluí-lo em um trabalho em grupo. Isso vai dar motivos para pegar o Twitter e o MSN dele. Depois, é só paquera!
Estudos: Matéria difícil + X = passar direto
X = dedicação

O início das aulas é a época ideal para aprender a se organizar e garantir notas boas pelo resto do ano. O segredo, na verdade, é se dedicar bastante àquilo que não é o seu forte. Para começar, escolha um horário de estudo que dê motivação para rever suas anotações todos os dias. Comece por uma matéria de que você não goste muito e deixe as suas favoritas para o fim - assim, você não desanima logo depois de responder às questões que são mais fáceis para você. Nessa fase, é bom explorar várias formas de assimilar o conteúdo, montando gráficos, tabelas, respondendo testes... Dessa forma, você não só descobre quais os jeitos de estudar que mais funcionam para você como também aprende a enxergar a mesma informação - e chegar à conclusão certa - de várias maneiras!
Ansiedade + X = boiar na aula
X = celular!

Desde 2007, o uso de celular dentro da sala de aula foi oficialmente proibido em várias cidades do Brasil. Ainda assim, a gente sabe que é tenso resistir a trocar uma ou outra mensagem com sua best ou tuitar rapidinho sobre o que está rolando na aula. O problema é que, nessas "olhadinhas", você perde o ritmo da aula e sua concentração na explicação do professor vai para o espaço - isso sem falar no risco de ser flagrada por ele, que pode (com toda razão) tomar seu aparelho e só devolvê-lo na hora da saída. Então, se precisa mandar uma DM contando aquela bomba para a sua amiga, segure a onda o máximo que puder, pelo menos até o intervalo. Desse jeito, você não compromete a sua vida social e fica em dia com os estudos.
Matéria chata x sono = X²
X = esforço

Poucas coisas são mais difíceis de lidar do que uma matéria complicada logo no primeiro horário, né? Parece impossível ficar acordada! Se você sabe que uma aula mais difícil a espera, programe-se para tentar dormir mais cedo na noite anterior. Pode ser difícil pegar no sono mais cedo do que você está acostumada, mas existem alguns truques que podem ajudá-la, como sair do computador uma hora antes de dormir. Isso não é divertido, mas você vai perceber que sua atenção e disposição aumentam quando você descansa bem. Além disso, o cérebro precisa desse tempo de descanso para assimilar tudo o que aprendeu durante o dia, inclusive aqueles exercícios complicados de química. Você vai ver, quanto mais entender a matéria, menos chata ela fica!
Você / mil e uma atividades = 10x
X = planejamento

Você tem a escola, o inglês e a academia, isso sem falar nas aulas de violão. Também não dispensa o passeio no shopping com as amigas, os longos papos pelo MSN e muito menos o aniversário do seu primo cheio de amigos fofos. Ufa! Já deu para entender que o que você precisa é tempo, certo? Então, muita calma nessa hora. Sabe aquela agenda que você fez questão de comprar enquanto escolhia seu material? Esse é o momento perfeito para começar a usá-la! Para quem faz atividades demais, o melhor é definir suas prioridades antes de se jogar. Em vez de fazer de tudo um pouco, experimente se dedicar mais ao que realmente gosta. Assim, você ganha algum tempinho extra para descansar e fazer o que precisa com mais calma.
Amigos: Caderno de anotações + X = mais uma amiga
X = simpatia

Se uma garota nova entrou na sua sala este ano, vale experimentar fazer o papel de anfitriã e recebê-la de braços abertos. Pense em como se sentiria caso fosse o contrário: você iria valorizar todo mundo que fosse bacana, certeza! Então, divida seu caderno com ela, puxe conversa ou se ofereça para apresentar os professores e alunos. Não precisa virar a best da garota de cara, mas dê uma chance! Com o tempo, ela vai aprender a confiar e pode se abrir mais com você e com a sua galera. Só aí você vai saber mesmo se encontrou uma nova grande amiga. Até lá, não custa ser simpática. No mínimo, você vai saber mais sobre uma pessoa que, certamente, tem um bocado de história para contar. Afinal, ela tinha toda uma vida na escola antiga, né?
Turma nova + X + turma antiga = curtição²
X = interação

Não é porque você mudou de escola que vai abandonar os antigos amigos. Você só precisa de jogo de cintura para misturar as duas turmas! Procure juntar a galera aos poucos. Que tal convidar todos para o seu aniversário ou para a balada do clube? Também é legal observar quais das suas amigas novas combinam com as da outra escola. Durante o intervalo, por exemplo, comente com uma delas sobre o fato de a sua amiga ter o mesmo estilo que ela. Esse tipo de comentário sempre gera curiosidade e, assim, você já deu o primeiro passo para apresentá-las. Na próxima oportunidade, em vez de combinar um cinema só com as novas amigas, leve algumas das suas bests mais antigas! Só informe à galera que está levando mais gente, para evitar um estranhamento na hora.
Mesma sala - bests = X
X = novos amigos!

Pode parecer o fim do mundo não cair na mesma sala das bffs. Mas não é! Na verdade, essa é uma ótima oportunidade para você aumentar a sua turma. Claro, não é fácil no começo. Mas, com um pouco de paciência e boa vontade, logo, logo tudo melhora. Na nova sala, comece conversando mais com quem você já conhece dos corredores da escola. Empreste seu caderno ou peça ajuda para quem parecer mais amigável, por exemplo. Você não precisa criar laços tão fortes quanto os que já tem com suas amigas, mas procure não se fechar para novas amizades só porque já tem suas bffs. E, quando sentir que tudo está muito complicado sem as suas amigas, lembre-se de que elas estão a apenas algumas portas de distância e que vocês vão ter ainda mais assunto para colocar em dia na hora do intervalo!
Sua bff + nova melhor amiga = X
X = ciúme

Você e sua best são grudadas, fazem tudo juntas e confiam totalmente uma na outra até que... Ela faz uma nova amiga! #Comolidar? É supernormal sentir ciúme e um pouquinho de desconfiança. Afinal, vocês duas são muito próximas e esse tipo de relação não se encontra em qualquer esquina! Mas, assim como ela, você também vai conhecer outras pessoas legais ao longo da vida, e isso não deve afetar o carinho que sentem uma pela outra. Um dos aspectos que fazem a amizade ser algo assim, tão especial, é o fato de ela não limitar ninguém. Então, dê uma chance para essa nova garota. Assim, sua amiga vai se sentir confiante para incluí-la nos papos e aproximar vocês. O risco aí é só um: transformar a dupla dinâmica que você e sua amiga formavam em um trio imbatível!
Professor: Professor gato + X = tristeza
X = amor não correspondido

Ele é bonitinho, fofo, tem um sorriso supercharmoso e ainda por cima dá toda a atenção do mundo para você. Tem como resistir ao professor galã do colégio? Essa relação de admiração pode evoluir rapidinho para um sentimento mais sério da sua parte. Contudo, tente sempre se lembrar de que, por mais que ele seja legal durante as aulas, o envolvimento dele com a turma é profissional. Procure pensar no quanto você sabe, de verdade, sobre o cara. Tente imaginar conversas que vocês poderiam ter fora da sala de aula. Aí fica bem mais complicado, não? Muuuito mais simples é imaginar aquele seu colega fofo, que sempre esteve na sua sala, batendo papo com você no MSN e sendo apresentado para os seus pais. Não é?
Professor pegando no pé + X = nota 10 na matéria chata
X = interesse

Você já parou para se perguntar os motivos desse problema de relacionamento? Na maior parte dos casos, a implicância tem um motivo bem definido: seu professor gostaria que você se tornasse uma aluna um pouco mais dedicada. Então, tire essa impressão ruim! Procure descobrir o que poderia melhorar no seu comportamento durante as aulas. Se você adora conversar, por exemplo, surpreenda-o prestando atenção na explicação dele (de verdade, tá?). Se sentir vontade, procure-o no fim da aula. E não tenha medo de tirar suas dúvidas: elas são parte do aprendizado e podem ajudá-la a desfazer a ideia de que está desinteressada na disciplina. Aliás, você pode acabar descobrindo que a tal matéria chata nem é tão complicada assim!
Pode copiar! Dicas para lembrar o ano inteiro e se dar bem na escola
1. Combine com uma amiga de repassar o conteúdo com você. Esse é o truque para deixar qualquer matéria mais divertida. Só não se esqueça de estudar mesmo, ok? Não vale passar a tarde inteira rindo e fofocando!

2. Não tenha vergonha de pedir ajuda. Pode ser para seu professor, seus pais ou mesmo em aulas particulares. Sempre que você tiver uma dúvida a que não consegue responder sozinha, deixe a timidez de lado. As perguntas precisam rolar para que você entenda melhor o que está estudando!

3. Não desanime com uma nota baixa. Pode acontecer de você ir mal em uma prova mesmo que tenha se dedicado muito àquela matéria. Mas nada de entregar o jogo por isso, hein? Procure identificar quais foram os seus pontos fracos - um professor pode ajudá-la a enxergar isso melhor. Aí, tente mudar! E faça um esforço para ficar mais tranquila na hora das avaliações - a tensão pode estar atrapalhando você!

4. Pratique atividades novas. Pode ser um esporte, aula de dança, um curso de idiomas... O aprendizado não precisa acabar dentro da sala de aula. Além de vazer novos amigos, você se conhece melhor quando se arrisca em uma atividade diferente. Tenta, vai!

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada