Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

SAÚDE

8 lições que você aprende brincando

Você já é grandinho o suficiente para saber que brincadeira é para a vida toda


Vida-Simples

01/12/2008 15:53

Texto
Leandro Quintanilha

Foto: Stock
mãos

Brincar facilita o trabalho em equipe e exercita a socialização com pessoas mesmo em situações de competitividade

----- PAGINA 01 -----

Boa parte das brincadeiras infantis são um ensaio para a vida adulta. Criança brinca de ser mãe, pai, cozinheiro, motorista, polícia, ladrão (e isso, você sabe, não implica nenhum tipo de propensão ao crime). E, ah, quando não há ninguém por perto, brinca de médico também. É uma forma de viver todas as vidas possíveis antes de fazer uma escolha ou descoberta. Talvez seja por isso que a gente pare de brincar aos poucos - como se tudo isso perdesse o sentido quando viramos adultos de verdade. E tudo agora é para valer. Mas será que parar de brincar é, de fato, uma decisão madura? 

Atividades de recreação e lazer estimulam o imaginário e a criatividade, facilitam a socialização e nos ajudam a combater o estresse. Mas, se tudo isso for o objetivo, perde a graça, deixa de ser brincadeira. Vira mais uma atividade produtiva a cumprir na agenda. Você só brinca de verdade (ainda que de mentirinha) pelo prazer de brincar. E só. Como escreveu Rubem Alves, quem brinca não quer chegar a lugar nenhum - já chegou.

 


Para ler, clique nos itens abaixo:
Aliviar o estresse
Tânia Ramos Fortuna, coordenadora do projeto "Quem Quer Brincar?", da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, acredita que o que causa mais cansaço e estresse no mundo dos adultos não é o excesso de trabalho, mas a falta de diversão
Se relacionar com o mundo
O adulto que você é hoje pode ter muito mais de condicionamento social que de amadurecimento pessoal - pense sobre isso. A brincadeira é, antes de tudo, uma forma de relação com o mundo
Melhorar o autoconhecimento
Para Neusa Sá Karlan, mestre em educação e professora da rede municipal de ensino de Porto Alegre, brincadeira é uma forma de conhecer a si mesmo. "É uma investigação leve e espontânea sobre o que faz você feliz
Estimular a criatividade
É também brincando que se trabalha o imaginário, ao estabelecer uma conexão entre a matéria e o pensamento, a realidade e a imaginação
Melhorar a Saúde
“Pesquisas mostram que os pacientes que brincam tendem a aderir melhor ao tratamento e a se recuperar mais rápido", afirma a voluntária Mariana Pianelli
Aumentar o bom humor
Brincar faz com que levemos as coisas menos a sério, o humor, é herdeiro em primeiro grau da brincadeira
Preservar a cultura
São os adultos que repassam antigas brincadeiras adiante, como a amarelinha. Se não houver gente grande empenhada em preservar o patrimônio lúdico, ele vai se extinguir
Facilitar a socialização
Brincadeiras e jogos, principalmente os em grupo, trabalham conceitos como o de equipe, conjunto e sociabilidade

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada