Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

INFÂNCIA

Como lidar com a vontade de aparecer

Veja o que fazer quando os filhos exageram nas atitudes para obter atenção


14/06/2013 17:49
Texto Adriana Carvalho
Educar
Foto: Claudia Marianno
Foto: Chamar a atenção é muito comum na infância - descubra o porquê e como lidar!
Chamar a atenção é muito comum na infância - descubra o porquê e como lidar!

Querer ter a atenção dos pais, dos professores ou dos colegas é um desejo natural de qualquer criança. Mas há casos em que essa necessidade se mostra exagerada. “Há crianças que querem ficar em evidência a qualquer custo, mostrando que são melhores em alguma coisa ou que possuem um bem material que poucos têm”, diz Andressa Pescuma, psicopedagoga e coordenadora pedagógica do Colégio Global, de São Paulo.

Encaixam-se aí aqueles que querem responder a todas as perguntas do professor, sem dar chance aos demais de participar. Outros exemplos são os das crianças que gostam de mostrar o quanto são bonitas, populares ou hábeis em algum esporte ou brincadeira. Algumas vezes, para se sobressair, os pequenos tomam atitudes que podem magoar os demais: apontam os “defeitos” daqueles que não são tão “bons” quanto ele.

Há ainda situações em que o objetivo da criança ao chamar a atenção não é obter aprovação e admiração e sim conseguir algo que quer. Isso acontece, por exemplo, quando arma um escândalo, prende a respiração ou bate a cabeça para ganhar o brinquedo ou doce que lhe foi negado. Veja as dicas dos especialistas para saber como ensinar seu filho a conquistar atenção na medida certa.

Para ler, clique nos itens abaixo:
1. Quais motivos levam a criança a querer chamar a atenção?
Há crianças que buscam ser o centro das atenções, mostrando que são melhores em algo ou que têm bens materiais que os demais não têm. Mas há também aquelas que buscam chamar a atenção dos pais ou dos adultos à sua volta quando enfrentam algum problema ou situações que a fazem sofrer, como a separação do casal ou a chegada do irmão mais novo. "A criança pode querer chamar atenção por estar carente, por sentir falta da presença dos pais. Na escola pode querer chamar a atenção da professora por ciúme de algum colega", diz Andressa Pescuma, psicopedagoga. Quando as tentativas de se exibir ou de chamar a atenção são muito frequentes, os pais precisam investigar a causa do comportamento do filho para poder ajudá-lo a lidar melhor com isso.
2. Como agir quando a criança quer ser a única a se destacar e não dá espaço aos demais?
Uma sugestão é mostrar à criança que cada um tem a sua vez e que ela precisa dar oportunidade aos outros de participar da atividade em questão, seja uma lição feita em classe, seja uma partida de um jogo. Não é porque ela sabe todas as respostas ou tem mais habilidade que deve dominar a cena ou "furar" a vez dos outros. Além disso, explique que os colegas ou irmãos podem ficar chateados com sua atitude. Vale aqui o velho ditado: "O importante não é ganhar, é participar".
3. Como agir quando a criança tenta se destacar apontando a falha dos demais?
Nessas situações é importante ter uma conversa reservada com a criança e levá-la a fazer uma reflexão sobre sua atitude para que ela avalie como fez o outro se sentir. Se ela foi grosseira com o amigo ou com o irmão, diga a ela que há maneiras diferentes de mostrar ao outro que está errado e que chamar a atenção dele na frente de todos não ajuda em nada, só o deixa envergonhado. Você pode mostrar também que a atitude certa de quem sabe mais que o outro é ensinar e não humilhar. O professor é um exemplo disso: ele ensina o que sabe e não "tira sarro" daqueles que não sabem.
4. Como lidar quando os filhos tentam chamar a atenção com atitudes negativas como a birra?
Chorar, se atirar no chão, espernear, bater a cabeça, prender a respiração: é comum que as crianças usem da artimanha das birras para chamar a atenção e conseguir o que querem, conforme afirma Rosa Maria Cavalcanti Marcos, diretora pedagógica do Colégio Brasil Canadá, de São Paulo. "Quando os pais perceberem que é birra, não devem dar importância àquela atitude inadequada da criança. Quando a birra expuser a criança a algum tipo de risco, fique por perto, mas evite dar atenção direta a ela. O melhor a fazer sempre é ignorar as atitudes de birra. É difícil e há pais que cedem a esse comportamento inadequado da criança. Essa atitude dos pais, geralmente, traz consequências negativas. Os pais devem sempre mostrar que quem está no controle da situação são eles, e não os filhos", explica ela. Os pais podem mostrar ao filho que há maneiras mais adequadas de se expressar, como o diálogo. "A criança precisa saber desde pequena que não pode ter tudo o que quer, na hora que quer. Precisa aprender a lidar com frustrações, com divergências de opiniões, com diferentes sentimentos. A vida pede isso. Se a criança não tem essa base na infância, com certeza sofrerá mais no futuro", afirma Andressa Pescuma, psicopedagoga.
5. A necessidade de chamar a atenção pode estar relacionada com a baixa autoestima?
Sim, pode. Quando as crianças se sentem rejeitadas ou não aceitas, muitas vezes procuram se fazer notadas de alguma maneira, por vezes até mesmo agindo de forma errada. "Os pais devem ficar próximos, saber os passos do filho, procurar ir a fundo e saber o porquê de suas atitudes erradas e se necessário buscar ajuda psicológica", diz Andressa Pescuma, psicopedagoga.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada