Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

DESFRALDE

Dicas para tirar a fralda do seu filho

Entenda como você e a escola devem agir nesta importante fase


08/05/2012 15:18
Texto Lígia Menezes
Educar
Foto: Nana Sievers
Foto: Pais e professores devem trabalhar juntos quando chega o momento do desfralde
Pais e professores devem trabalhar juntos quando chega o momento do desfralde

Quando é hora de tirar a fralda? Qual a melhor maneira para fazer o desfralde? A escola deve ajudar? Essas são algumas dúvidas que surgem na cabeça dos pais quando a criança começa a crescer. Afinal, isso indica que ela já está dando os primeiros passos para ser mais independente. Parece pouco, mas o ato de tirar as fraldas faz com que os pequenos comecem a conhecer o próprio corpo, afinal, eles iniciam o processo do controle dos esfíncteres. Um enorme salto no desenvolvimento infantil. "É importante que os adultos transmitam sentimentos positivos à criança, como confiança, autoestima e segurança", indica a coordenadora da escola Be.Living, Denise Koga.

Ajudar nesse processo pode parecer tarefa difícil, mas torna-se mais fácil se os pais transmitirem segurança e confiança aos pequenos! "Com tranquilidade, todos os envolvidos nessa transição podem colaborar de maneira bastante positiva e funcional", diz a psicopedagoga Anita de Cerqueira Cesar Ferreira, de São Paulo. O segredo é acreditar que eles são capazes e lembrar que todos nós também já passamos por isso.

Os pais, em conjunto com a escola, precisam ter paciência para enfrentar esse processo que envolve, sim, algumas escapadas dos xixis e dos cocôs. Aliás, é extremamente comum que muitas destas escapadas ocorram em um único dia. Principalmente nos primeiros dias que a criança está sem a tão prática fralda descartável. "Separem muitas peças de roupas para as possíveis trocas, para que tudo ocorra de maneira natural...", recomenda Anita. "Não se esqueça que os pequenos estão passando por um período de grande desafio e se encararmos como um processo natural, o controle dos esfíncteres se transforma em uma grande conquista".

Para tudo dar certo, é preciso que os pais trabalhem com os professores, pois cada um tem um papel bem específico nesta história. " Se possível, os professores devem relatar na agenda da criança como está o processo de desfralde na escola, para que ocorra essa troca de conhecimento com os pais", indica o psicólogo clinico Sebastião Souza, terapeuta familiar, de São Paulo.

Para ler, clique nos itens abaixo:
Como tornar desfralde um sucesso?
A primeira coisa é não pular etapas. "É preciso saber se a criança realmente está pronta e não fazer o desfralde só porque os amiguinhos dela já estão sem a fralda", diz Denise Koga, coordenadora da escola Be.Living.

Anote aí as 6 atitudes que indicam se a criança está pronta para o desfralde:

1. Conta que fez ou que está com vontade de fazer xixi ou cocô;

2. Já tem equilíbrio para caminhar;

3. Sobe e desce escadas alternando os pés;

4. Na hora de trocar a fralda, você nota que ela está cada dia mais sequinha;

5. Mostra desejo em usar o vaso sanitário;

6. Incomoda-se com a fralda cheia.

Se reparar que seu filho está pronto, comunique a escola por meio de um recado na agenda ou uma ligação.
Como deve ser a comunicação entre pais e professores?
Pais: Devem ler as anotações dos professores na agenda diariamente, e relatar como está o processo em casa. É importante relatar sobre acidentes que acontecem e sobre a sua reação e à da criança.

Escola: Deve responder às anotações dos pais e mostrar como a criança se comporta na escola, em conjunto com os amigos, principalmente na hora de ir ao banheiro. "Nessa troca de conhecimento das duas partes precisam ser informados quais foram os procedimentos, as dificuldades e o progresso da criança nessa tentativa", diz Sebastião Souza, psicólogo clínico.
E se a criança fizer xixi na roupa?
Pais: Quando a criança pedir para ir ao banheiro, leve-a na hora. E, principalmente quando ela não conseguir segurar e fizer na roupa, não brigue, mas também não mime. Mas, fique atento: crianças que repetem sempre a situação podem estar fazendo para chamar a atenção, diz Denise Koga, coordenadora da escola Be.Living. "A troca não pode ser animada, senão fica bacana demais para a criança. Mostre que ela está perdendo tempo de brincadeira porque fez novamente na roupa", conta.

Escola: A escola deve deixar a criança ir ao banheiro sempre que quiser, desde que acompanhada pelo professor auxiliar. Os professores também devem ter paciência, pois esse é um processo que pode levar até alguns meses. Além disso, os professores não devem comparar a criança com os amiguinhos, assim como os pais não devem compará-la aos primos e irmãos.
Como explicar a transição para a criança?
Pais: Devem conversar com a criança, explicar o motivo de elas terem de deixar as fraldas. "Compare a mudança ao início do uso da mamadeira e ao fim do uso da chupeta", explica Denise Koga, coordenadora da escola Be.Living.

Escola: O discurso da escola é bem parecido com o dos pais. Vale também motivar os pequenos, mostrando que os coleguinhas já estão indo ao banheiro para fazer as necessidades.
Posso colocar as fraldas neles vez ou outra?
Pais: Perante a uma viagem ou dificuldade, é comum que os pais coloquem, vez ou outra, as fraldas nas crianças. Isso deve ser evitado. "Ideal é parar, mesmo que esteja na estrada, e ajudar a criança a fazer xixi", ensina Denise Koga, coordenadora da escola Be.Living.

Escola: O professor precisa criar condição para a criança ir ao banheiro, mesmo que em um passeio externo. Todos devem acreditar na criança quando ela pedir para ir ao banheiro.
Devo lembrar que é hora de ir ao banheiro?
Pais: Principalmente antes de dormir, os pais devem sempre lembrar à criança que ela precisa fazer xixi e, mesmo que ela diga que não está com vontade, é preciso sentá-la no vaso sanitário e aguardar. Aos poucos, ela começa a se acostumar e consegue controlar a vontade sozinha.

Escola: O professor precisa conhecer o aluno e o tempo de cada um. Ele também deve lembrar a criança de ir ao banheiro e sempre acompanhá-la. Geralmente, a escola infantil terá horários para banheiro, em que todos os alunos irão juntos. Mas, mesmo fora desses horários, caso a criança peça, é importante que o professor acredite e a leve.
Vale usar penico?
Pais: Se os pais optarem por utilizar penicos, não devem tirá-lo do banheiro. Nada de colocar na sala, em frente à TV. "Penico não é brinquedo e não deve ser utilizado para outros fins", diz Denise Koga, coordenadora da escola Be.Living.

Escola: Na escola, os vasos sanitários são baixinhos e permitem que a criança use-os sozinha, se sentindo ainda mais independente. Por isso, é dispensável o uso do penico.
Os meninos e as meninas são diferentes?
Pais: Mesmo que o menino queira começar a fazer xixi de pé sozinho, o comum é que comecem sentadinhos, como as meninas. Os papais não precisam se preocupar com isso, mas podem dar o exemplo e ensinar o menino a, aos poucos, fazer xixi de pé.

Escola: A professora também pode orientar os meninos e até introduzir uma breve explicação sobre a diferença entre os meninos e as meninas.
Devo ajudar a limpar a criança?
Pais: Os pais devem ir com a criança ao banheiro, conversar durante, ensinar... Na hora de limpar, devem fazer para a criança, até que elas consigam controle para fazerem sozinhas. "Assim como tomar banho e se secar. Os pais vão observando e mudando o comportamento", diz Denise Koga, coordenadora da escola Be.Living.

Escola: Na faixa etária do desfralde, é a professora que limpa. Algumas crianças gostam de tentar sozinhas, mas a supervisão da professora e o retoque final são obrigatórios. A partir dos quatro anos, elas começam a se limpar sozinhas.
Como ensiná-las a lavar as mãos?
Pais: Os pais devem sempre dar o exemplo e jamais se esquecerem de lavar as mãos ao saírem do banheiro. Devem levantar a criança no colo, fechar a torneira enquanto elas ensaboam as mãozinhas... Enfim, passar tudo o que fazem, como a importância de dar descarga.

Escola: A maioria das escolas tem um trabalho em sala de aula, nesta época, falando de higiene, na necessidade de lavar as mãos. É importante também que as pias sejam baixas, para que a criança tenha autonomia. Caso contrário, a professora deve levantá-las no colo.
Quando tirar a fralda noturna?
Pais: Devem manter a fralda noturna até que o controle diurno esteja estabelecido. A fralda tende a amanhecer cada dia mais seca. "Há pediatras que pedem para acordar a criança no meio da noite para ir ao banheiro, outros não. A decisão é dos pais", diz Denise Koga, coordenadora da escola Be.Living.

Escola: A escola pode orientar os pais nessa fase, indicando os progressos da criança e, geralmente, avisando se a criança está pronta ou não para a retirada da fralda noturna.
Mudanças na rotina atrapalham o processo?
Pais: Os pais devem evitar mudanças na rotina da criança durante o processo do desfralde, pois elas podem dificultar a transição. Isso inclui: mudança de casa, saída da babá, nascimento de um novo filho (quando programado) e brigas em casa.

Escola: A escolinha deve ter uma rotina fixa e, no início de cada dia, se possível, avisar os pequenos sobre como será o dia deles, para que se preparem e se programem. "Isso dá segurança e faz com que eles se organizem melhor", finaliza Denise Koga, coordenadora da escola Be.Living.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada