Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

FAMÍLIA

Por que a criançada está engordando?

A obesidade atinge uma em cada três crianças no Brasil. Oferecer uma alimentação equilibrada desde cedo é a melhor tática para seu filho crescer saudável


16/07/2012 13:15
Texto Roberta Cerasoli
AnaMaria
Foto: SXC
Evite oferecer doces e alimentos gordurosos para os pequenos

Que graça! Olha essas bochechas, essas coxas! Pois é, ter um filho gordinho pode ser motivo de orgulho, mas o saudável mesmo é que ele mantenha o peso ideal para sua altura e idade. Porém, não é isso o que vemos acontecer... Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), uma em cada três crianças com idade entre 5 e 9 anos está acima do peso no Brasil.

Para a criançada crescer sem excesso de gordura no organismo, é preciso ficar de olho na sua alimentação. "Em geral, a criança obesa vem de uma família que não pratica nenhum esporte ou que tem uma alimentação mais pesada", afirma Daniela Paes Perez, psicóloga e terapeuta de família.

Na novela Avenida Brasil, a filha de Carminha (Adriana Esteves), Ágata (Ana Karolina), sofre com as críticas da mãe por ser gordinha. A vilã manda a filha parar de comer e sempre a chama de feia. "Mas isso não ajuda! É preciso que toda a família esteja disposta a mudar os hábitos, para a criança mudar também", completa Daniela.

Confira abaixo cinco dicas para ajudar seu filho a perder peso (fonte: Daniela Paes Perez, psicóloga e terapeuta familiar).

Para ler, clique nos itens abaixo:
Não fale o tempo todo sobre o peso da criança
Isso aumenta muito a ansiedade e diminui a capacidade dela de se controlar na hora de comer.
Mude seus hábitos também
Os pais têm que mudar verdadeiramente seus hábitos e não só cobrar isso dos filhos. Dar exemplo vale mais que falar.
Não reclame
A família deve adotar hábitos bons (como caminhar no parque) sem fazer disso um sacrifício.
Redobre os cuidados nos finais de semana
É ruim manter uma alimentação regrada durante toda a semana e liberar geral no fim de semana. Se houver equilíbrio, a criança pode comer sempre de tudo (e sempre em porções menores!).
Espante a preguiça!
Os exercícios ajudam e, para crianças, há várias formas divertidas de ginástica, como aulas de circo, esportes de equipe, dança, ginástica olímpica...

Veja as dicas da jornalista Monica Brandão - uma das autoras do blog Comer para Crescer, que fala sobre alimentação infantil e receitas saudáveis para crianças - e faça em casa!

Para ler, clique nos itens abaixo:
Existe uma idade limite para fazer a criança comer melhor?
Monica Brandão: Não, mas até os 2 anos é a melhor época para ensinar a criança a comer certinho. Nesse período, ela está mais aberta para experimentar tudo o que os pais oferecem. E comer bem é ter uma alimentação bem variada.
Quando o filho se recusa a experimentar alimentos novos, o que os pais podem fazer?
Monica Brandão: Até cerca de 1 ano e meio é preciso apresentar um alimento pelo menos oito vezes para ter certeza de que a criança não gosta dele. Se recusar uma vez, volte a oferecer o alimento misturado com outro do qual ele já goste.
É válida a tática de camuflar na comida um alimento saudável do qual a criança não goste?
Monica Brandão: Não é prejudicial, mas não é um truque para ser usado todos os dias. Na verdade, é a última opção. Se é algo que tenha vitaminas importantes, pode ser "escondido": cozinhar o feijão com uma beterraba para aproveitar os nutrientes dela, por exemplo. Mas não vale colocar o arroz em cima da carne para escondê-la das crianças. Elas são espertas e, depois de perceberem que o adulto está tentando enganá-las, acabaram as chances de negociações.
Quais são os principais erros na alimentação das crianças?
Monica Brandão: Oferecer alimentos "errados", ou seja, pouco nutritivos, muito cedo para elas. Por que uma criança precisa tomar refrigerante? Por que comer macarrão instantâneo e fast food com tanta frequência? O paladar infantil se acostuma facilmente com esse padrão de alimentação e aí a criança deixa de querer alimentos mais saudáveis.
É possível uma mãe reverter a situação depois que começou a alimentar o filho de forma errada?
Monica Brandão: Sempre é. Até com adultos dá para mudar isso. Mas é preciso força de vontade e paciência, porque a criança não vai aceitar essa mudança com facilidade. É preciso ir com calma. Introduza na alimentação um legume hoje, outro amanhã... Um doce é cortado enquanto uma fruta é apresentada... E assim por diante.
Para ler, clique nos itens abaixo:
Seja uma aliada na luta contra a obesidade infantil
- Só ofereça alimentação saudável ao seu filho. Tenha sempre frutas em casa, e legumes e verduras à mesa.

- Incentive seu filho a fazer esporte.

- Não permita que ele pule refeições ao longo do dia. Assim, ele não vai exagerar na hora de sentar e comer.

- Crie opções saudáveis para o lanche da escola, incluindo pão integral, queijo branco e frutas de que ele goste.

- Estimule a criança a beber água ao longo do dia. Criança esquece disso!

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada