Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

PARTICIPAÇÃO

Uma seleção de brincadeiras de rua para as crianças

Barra-manteiga, caça-ao-tesouro, pique-bandeira… Resgate brincadeiras e junte as crianças do pedaço


24/06/2014 15:24
Texto Cynthia Costa
Educar
Foto: Dennis M. Ochsner
pai e filho empinando pipa
Brincadeiras que envolvam movimento são extremamente importantes, além de divertir estimulam o exercício físico.
----- PAGINA 01 -----

Confesse: às vezes é mais fácil deixar seu filho quietinho, hipnotizado em frente à TV, do que estimulá-lo a dar uma volta. Os pequenos, porém, podem descobrir grandes diversões em uma simples volta na área de lazer do prédio, na pracinha, no parque ou no jardim da casa do amigo. Dê uma bola na mão deles e veja o resultado. 

"As crianças gostam e sempre gostaram de brincadeiras que envolvem movimento, corrida e bola. O que falta hoje é o estímulo por parte dos adultos", observa Ana Célia Osso, coordenadora do CAD -Centro de Aprendizado Desportivo do Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo. "Além disso, elas gostam do básico, o que nem sempre passa pela nossa cabeça", completa Ana Célia, lembrando que bola e boneca ainda são capazes de deixar qualquer criança entretida e feliz. 

Passar as férias sentado no sofá não tem a menor graça. E, como nesse período as guloseimas geralmente estão mais liberadas, é bom os pais lembrarem que as calorias não serão eliminadas sem algum esforço. Portanto, além dos tradicionais (e indispensáveis) passeios de bicicleta, das caminhadas até a lojinha da esquina e das idas à piscina e à praia, uma dica para movimentar os filhotes é criar, em casa, uma caça ao tesouro. No Clube Pinheiros, as brincadeiras do Programa de Férias, preparado para a faixa etária de 5 a 10 anos, sempre envolvem alguma busca -por pistas, tesouros ou outro atrativo. É corre-corre na certa, pois as equipes, que reúnem meninos e meninas, uma vez munidas com um objetivo, não perdem tempo. "O que mais tem aqui é correria. As próprias crianças não gostam de ficar paradas", diz Ana Célia.

 Leia Mais: Brincadeiras de ruas

Para ler, clique nos itens abaixo:
Polícia e ladrão
Mesclando esconde-esconde com pega-pega, polícia e ladrão é um ótimo jeito de tirar os filhos de casa nas férias. A brincadeira pode para ser feita com pessoas de diferentes idades e a qualquer hora. Não há quem não goste!
Mãe da rua
Na brincadeira desenvolve-se equilíbrio e rapidez, fugindo do pegador com uma perna só ao tentar atravessar até o outro lado da rua. Se pega, a criança ajuda o pegador a capturar os outros, ganha o último a ser pego.
Caça ao tesouro
Organizar uma busca por um tesouro que valha a pena (guloseimas podem ser ótimas pedidas!) dentro de casa, ou no quintal do prédio estimula a criança a pensar e é ótimo entretenimento para as férias. Com pistas inteligentes e lógicas, a brincadeira desenvolve o raciocínio sem que pensar torne-se uma tarefa chata.
Pique bandeira
Se a turma estiver completa, vale a pena organizar um pique bandeira, jogo que não exige nada mais que delimitar o espaço de cada time e um pedaço de pano. Além de fazer a criançada se movimentar, a brincadeira cria uma disputa saudável que envolve muita correria e estratégia.
Cabra cega
Em um pátio ou um ambiente sem obstáculos, pode-se brincar de cabra-cega. Enquanto quem está vendado aprimora a audição, ou outros se espalham em volta do pegador, que por meio da voz tenta encontrá-los
Barra-manteiga
Com apenas quatro pessoas a brincadeira já pode acontecer. Duas linhas paralelas distantes marcam o limite do território de cada time. Quando um integrante de um grupo bater na palma da mão de cada um recitando "Barra-manteiga / Na fuça da nega / Minha mãe / Mandou bater / Nesta daqui / Um, dois, três", todos devem ficar atentos e o último que for tocado sair correndo para tentar pegar o adversário. O jogo faz todos correrem bastante e trabalha o conceito de equipe.
Corrida de saco
Também chamada de corrida de canguru, ganha quem chegar mais rápido com os sacos nas pernas. É uma ótima idéia para reunir os amigos e faz todos se exercitarem bastante.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada