Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

AUTONOMIA

Quando meu filho pode ir sozinho para a escola?

Veja como tomar essa decisão e preparar seu filho para essa nova fase


20/01/2014 16:05
Texto Adriana Carvalho
Educar
Foto: Mauricio Melo
Pai ensina criança a atravessar a rua
É preciso observar os sinais de maturidade da criança para saber se ela já está preparada para andar desacompanhada na rua ou no transporte público

Andar sozinho na rua, pegar um ônibus ou o metrô para ir à escola sem a supervisão dos pais ou outros adultos: conforme as crianças vão crescendo e se aproximando da pré-adolescência, os desejos de autonomia e independência também vão ficando mais fortes.

Volta às Aulas Especial Volta às Aulas
Confira reportagens especiais para ajudar seu filho a iniciar o ano letivo com o pé direito!

E apesar de todos os medos que os pais possam ter na hora de deixar os filhos saírem desacompanhados, é importante para o processo de crescimento e desenvolvimento da criança permitir que isso aconteça. Essa permissão, porém, não deve ser dada de uma hora para outra: ela exige muita conversa, orientação e inclusive monitoramento na fase inicial

Veja as dicas dos especialistas:

Para ler, clique nos itens abaixo:
1. A partir de que idade meu filho pode ir desacompanhado para o colégio?
Por volta dos 12 anos os pais já podem começar a preparar os filhos para fazer o trajeto até a escola a pé ou utilizando o transporte público. "Crianças menores ainda não têm desenvolvimento psicomotor suficiente para se cuidar e tomar decisões sozinhas", afirma Alessandra Françóia, coordenadora nacional da ONG Criança Segura. Mas o que vai indicar mesmo que a criança está pronta para essa tarefa, mais do que a idade, é o seu grau de maturidade. E isso varia de criança para criança, daí a importância de conhecer seu filho bem.
2. Como saber se meu filho já atingiu maturidade para sair sozinho?
"Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades". A famosa frase do filme do herói dos quadrinhos Homem Aranha pode ser um bom argumento para usar com as crianças para explicar porque ela tem ou não tem capacidade de ir para a escola sem a supervisão de um adulto. Para ter o "poder" de sair sozinha, a criança tem que mostrar que é responsável.

"É preciso avaliar se ela entende o funcionamento das regras sociais, se sabe respeitar combinados. A criança que está madura é aquela que conhece suas obrigações e seus direitos e tem condições de assimilar as regras de segurança", diz Eliana de Barros Santos, psicóloga e diretora pedagógica do Colégio Global, de São Paulo. Se a criança for imatura, explica a psicóloga, mesmo sendo orientada a não falar com estranhos, poderá não ter condições de discernir quem é ou não um estranho. "Se alguém lhe oferecer um presente, se apresentar a ela e conversar um pouco, ela pode acreditar que não se trata mais de um estranho e se colocar em alguma situação de perigo", diz Eliana.
3. Como posso ajudar meu filho a conquistar maturidade para ir à escola sozinho?
Você pode ajudar seu filho a desenvolver maturidade, autonomia e independência dando a ele, desde pequeno, tarefas compatíveis com a sua idade. Uma criança preparada para ir à escola sozinha é aquela que já aprendeu anteriormente a cuidar de si mesma, organizando seu material escolar, responsabilizando-se por sua própria higiene e vestuário, arrumando seu quarto. "Há uma série de atividades que exercitam a autonomia e que devem ser dadas à criança antes desse passo importante que é poder sair de casa desacompanhada", diz Eliana de Barros Santos, psicóloga e diretora pedagógica do Colégio Global, de São Paulo. "Os pais podem, por exemplo, ir com os filhos até a esquina do colégio e dali observar enquanto eles seguem sozinhos até entrar na escola", diz Eliana.
4. A escola também pode ajudar as crianças nesse processo de autonomia? De que jeito?
Além dos pais, a escola também pode ajudar as crianças a desenvolver a autonomia. Há pequenas tarefas que os professores podem pedir que as crianças façam com esse objetivo. "O professor pode pedir a um aluno, por exemplo, para ir buscar um livro na biblioteca ou para ir até a quadra de esportes para pegar uma bola ou outro material que será usado na aula. Essas "missões" ajudam as crianças a executar tarefas sozinhas e a ganhar independência", diz Eliana de Barros Santos, psicóloga e diretora pedagógica do Colégio Global, de São Paulo.
5. Como devo orientar meu filho na hora de ir para o colégio sozinho pela primeira vez?
Em primeiro lugar você deve ter em mente que há uma série de passos a seguir antes de chegar ao ponto em que seu filho irá totalmente sozinho de casa até a escola. "A autonomia deve ser dada gradativamente e precisa ser acompanhada de muita orientação até que a criança tenha condições de fazer todo o trajeto sozinha", diz Alessandra Françóia, coordenadora nacional da ONG Criança Segura. "Recomendamos que os pais comecem fazendo todo o caminho de casa à escola junto com o filho, mostrando a ele por onde seguir, como atravessar as ruas com segurança e como se portar nas diferentes situações", explica ela. Depois disso, a "liberdade" vai sendo dada aos poucos.

Você pode acompanhar seu filho até um determinado ponto do trajeto ou até o ponto de ônibus, nas primeiras vezes. Pode também combinar que ele lhe telefone ao descer do ônibus ou quando chegar à escola. "Esse é um suporte psicológico que os pais podem dar aos filhos, um jeito de estar presente mesmo à distância. O monitoramento é muito importante para que os adultos percebam se a criança está fazendo tudo certo", diz Eliana de Barros Santos, psicóloga e diretora pedagógica do Colégio Global, de São Paulo.
6. Como preparar meu filho para usar o transporte público?
Faça viagens de ônibus ou de metrô com seu filho e mostre a ele as regras básicas de segurança. Entre elas, oriente a criança a esperar que o veículo pare totalmente antes de embarcar ou desembarcar.

Peça que no ônibus ele escolha um assento, se possível, ao lado do cobrador ou do motorista, para que possa pedir ajuda em caso de necessidade. "Ensine também como ele deve agir e onde procurar ajuda caso se confunda e desça da condução em um ponto errado do trajeto", diz Eliana de Barros Santos, psicóloga e diretora pedagógica do Colégio Global, de São Paulo.

Ela também sugere que os pais façam uma "parceria" com os motoristas. "Como as crianças geralmente tomam o ônibus no mesmo horário, quase sempre viajarão com o mesmo motorista. Os pais podem se aproximar desse profissional e pedir que ajudem a orientar seu filho caso ele tenha algum problema no caminho", sugere Eliana.
7. Como meu filho deve agir caso seja abordado por estranhos na rua?
É importantíssimo ensinar seu filho a se defender e a saber o que fazer caso seja abordado por um estranho na rua ou em casos em que se sinta perseguido ou ameaçado.

Oriente-o a entrar em um local comercial assim que sentir que algo está errado e a pedir ajuda a um adulto no local. É fundamental também que a criança saiba de cor seu endereço e os telefones dos pais ou responsáveis. Andar com um cartão de identificação na mochila, com nome, endereço e telefones é outra medida recomendada.

Para diminuir os riscos, é interessante também que a criança vá e volte da escola acompanhado de colegas.

E lembre-se que o assédio na rua pode vir não apenas de adultos, mas também de outras crianças. "Eventualmente podem ocorrer situações em que um grupo de crianças persegue e arruma confusão com outro grupo. Nesse caso, a criança também deve ser orientada a procurar a ajuda de um adulto em um local comercial e a telefonar para os pais para que a ajudem", diz Eliana de Barros Santos, psicóloga e diretora pedagógica do Colégio Global, de São Paulo.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada