Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

HISTÓRIA

Como eram os professores antigamente

Faça uma viagem no tempo e veja como era o trabalho dos professores na Grécia, em Roma e no Egito antigo


01/10/2004 18:09
Texto Cláudio Fragata
Recreio
Foto: Bruno Lanza
Foto: Roma, Egito, Grécia e China: veja como era o trabalho dos professores na Antiguidade
Roma, Egito, Grécia e China: veja como era o trabalho dos professores na Antiguidade

Seus professores estão sempre ensinando coisas novas, sugerindo que você leia, pesquise na internet e muitas vezes até levam a turma para passeios divertidos e educativos. Mas nem sempre foi exatamente assim. Faça uma viagem no tempo e confira como era o trabalho deles no passado:

Importância do Professor Especial Importância do Professor
Matérias especiais para você entender a importância do professor na sala de aula e como valorizar essa profissão.

Para ler, clique nos itens abaixo:
Egito antigo: ensino para poucos

Só com muita sorte você poderia estudar. É que apenas os filhos dos faraós, dos nobres e dos militares tinham direito à educação. As escolas funcionavam nos templos e os professores ensinavam principalmente a arte da palavra, ou seja, como falar em público, o que parecia mais importante para as pessoas que seriam governantes. Davam também dicas para a realização de tarefas práticas, ensinando, por exemplo, a calcular a quantidade de tijolos para construir uma casa. Os alunos não aprendiam a escrever e tudo tinha de ser guardado na memória. Os desatentos levavam castigo.
Grécia antiga: preparação completa

Vários professores ensinariam um pouco de tudo para você na Grécia antiga. As aulas de leitura e escrita aconteciam em tendas ou praças e todos tinham de decorar e declamar poemas e saber de cor as fábulas de Esopo. Já o professor de música mostrava como os alunos deviam cantar e tocar instrumentos como a lira, a flauta e a cítara. Você poderia ter ainda professores filósofos, que ensinavam os alunos a observar o mundo e a pensar sobre ele. Já imaginou como seria legal estudar com os grandes pensadores gregos Sócrates, Platão ou Aristóteles? Por fim, ninguém era considerado bem formado sem um instrutor físico. Ele orientava os exercícios e competições de corrida, salto, arremesso de disco e lançamento de dardo. O chato é que tudo isso valia apenas para os garotos. As meninas ficavam em casa, onde aprendiam os trabalhos domésticos.
Roma antiga: aulas em casa

Geralmente quem fazia o papel de professor nos lares dos antigos romanos era o pai de cada família. Ele se encarregava de ensinar os filhos a ler, a escrever e a contar. Ensinava também a lutar, a nadar e a andar a cavalo. As garotas romanas ficavam com as mães aprendendo os trabalhos domésticos. Os primeiros professores profissionais de Roma surgiram no período da República. Eram pessoas que recebiam salários baixos e ensinavam as crianças a ler, a escrever e a contar. Os alunos aprendiam latim e grego e usavam como caderno umas tabuinhas de cera onde escreviam com uma lâmina pontuda.
China antiga: exercícios e meditação

Entre os antigos chineses, os professores eram sacerdotes sérios e compenetrados que procuravam transmitir para os alunos a sabedoria de livros bem antigos. Muitas vezes os alunos passavam por provas bastante difíceis como ficar sem falar, sem comer e até sem dormir, pois se acreditava que assim estariam preparando seu corpo e sua mente para compreender os mistérios do Universo. Confúcio foi um dos mais famosos e sábios mestres da China e costumava sair com seus discípulos por estradas, campos e montanhas ensinando astrologia, leis, economia, filosofia e até exercícios de artes marciais.
Brasil no descobrimento: professores jesuítas

Os primeiros professores do Brasil foram os padres jesuítas. Eles vieram de Portugal em 1549 e, 15 dias depois de sua chegada, fundaram uma escola na Bahia para ensinar os filhos dos colonos a ler e a escrever. Também catequizavam os índios e para isso tiveram de aprender o tupi, que era a língua mais falada pelos nativos. Faziam de tudo para atrair a atenção dos curumins, desde encenar peças teatrais até recitais de música e poesia. Durante as aulas, ninguém podia piscar. Era proibido dar opinião ou discordar do que era ensinado. Todos os dias, os alunos tinham de repetir a matéria durante uma hora para que ela ficasse bem gravada. E os gritos e as correrias na hora do recreio eram proibidos.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada