Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

Escola de Tóquio desafia os padrões de estrutura que conhecemos


18/08/2015 16:39
Texto Tatiana Schibuola
Claudia

As salas de aula não têm paredes. O telhado é, na verdade, um circuito oval por onde as crianças correm tanto quanto atletas. As claraboias permitem a entrada de luz natural e... do Papai Noel! Conheça o Fuji Kindergarten, nos subúrbios de Tóquio. A escolinha é um projeto do arquiteto japonês Takaharu Tezuka. A inspiração veio de seus próprios filhos, que hoje tem 12 e 9 anos. Venha dar uma voltinha!

1. O rooftop, circular, permite que as crianças circulem livremente, sem pontos de partida ou de chegada. A circunferência do edifício tem 183 metros. As crianças neste jardim de infância circulam, na média, 4 mil metros por dia. "O diretor diz: eu não as treino. Eu as deixo no telhado. E elas não param de correr", contou Tezuka.

Fuji Kindergarten

2. As árvores do terreno de 1304 metros quadrados, Zelkovas de 25 metros de altura, foram preservadas e fazem parte das salas de aula. Para proteger as crianças do "buraco" deixado por elas no teto, foram amarradas redes de proteção (como as dos brinquedões de buffets infantis). E, claro, viraram espaço para brincadeira.

Fuji Kindergarten

3. Não há paredes. E nem divisórias entre as classes. Tampouco controle do barulho. "Quando você coloca as crianças numa caixa quieta, algumas ficam muito nervosas. Nesse jardim da infância, não há motivos para elas ficarem nervosas." Se uma criança quer sair da classe, ela não é impedida. "Ela vai voltar, porque é um círculo!".

4. Sim, o ambiente é totalmente aberto. Frio, calor, chuva, as crianças convivem com todos os elementos climáticas. "As crianças devem ficar do lado de fora. Essa é a maneira como devemos tratá-las."

Fuji Kindergarten

5. Para chegar à sala de aula, há um enorme escorregador que vem do teto!

Fuji Kindergarten

6. No "playground" anexo, as crianças são encorajadas a escalar árvores, subir e descer degraus, buscar os atalhos mais difíceis. "Não é preciso controlá-los ou protegê-los o tempo todo. Eles precisam de desafios, precisam se machucar. É o que os faz aprender a viver neste mundo", acredita o arquiteto.

Assista ao divertido Ted Talk em que Takaharu Tezuka explica como transformou a escola num espaço de diversão e convivência.

E aí? Gostaria de ver essa escola?


 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada