Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

LEITURA NO BRASIL

Por que o brasileiro não lê?

Desafios que o país precisa enfrentar para fazer da leitura um hábito nacional


24/05/2012 14:30
Texto Iana Chan
Educar
Foto: SXC
Foto: O problema do acesso ao livro já foi superado, mas falta tempo e interesse dos brasileiros para leitura
O problema do acesso ao livro já foi superado, mas faltam tempo e interesse dos brasileiros para leitura

Não é por que o livro é caro, nem por que faltam bibliotecas: os brasileiros que não leem alegam desinteresse e falta de tempo. Essa é uma das conclusões do seminário "Por um país de leitores: mobiliza, Brasil". Realizado em abril no SESC Vila Mariana pela Fundação Itaú Social em parceria com o Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), o seminário deixou claro que a formação de leitores é o grande obstáculo que nos separa de uma nação leitora.

1808 Especial Importância da Leitura
Ler é um hábito poderoso que nos faz conhecer mundos e ideias. Descubra a importância da leitura para todas as idades!

 

Apesar de acreditar-se que a leitura é um hábito importante para a formação do indivíduo, são poucos os brasileiros que efetivamente leem. O diretor regional do SESCSP, Danilo Miranda, resumiu o desafio: "para incentivar a leitura, é preciso que livros sejam incorporados aos nossos interesses, é preciso incentivar não só crianças e jovens, mas também adultos para que leiam".

O problema do acesso ao livro foi praticamente superado com o esforço do poder público em instalar bibliotecas. De acordo com o Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP), 99% das cidades possuem ao menos uma biblioteca.

Dados da pesquisa "Retratos da Leitura no Brasil", também apresentada no evento (confira aqui os resultados), mostram que apesar de 67% dos entrevistados saberem da existência de uma biblioteca pública em sua cidade, apenas 24% deles dizem frequentá-las e só 12% usam seu espaço para ler. "Se temos a ideia de que a biblioteca é um lugar chato, também pensaremos que o livro é chato", refletiu Jéferson Assunção, secretário adjunto da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul.

O Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) é a principal ação do governo federal para transformar o Brasil em um país de leitores. Entre suas metas estão: zerar o déficit de bibliotecas públicas, informatizar equipamentos, oferecer cursos de formação para mediadores de leitura, realizar feiras e eventos literários, entre outros.

"Definitivamente, o poder público não tem a leitura como um bem", diz a diretora do programa Livro, Leitura e Literatura, da Fundação Biblioteca Nacional, do Ministério da Cultura (MinC), Maria Antonieta Cunha. Ela atentou para a falta de vontade política das instâncias públicas no assunto: "O discurso existe, é politicamente correto, mas não se realiza como prática".

Como cativar leitores?
Na complexa tarefa de conquistar adeptos ao hábito da leitura, diversas necessidades apareceram na discussão. Confira algumas:

 

Para ler, clique nos itens abaixo:
1. Incentivo e exemplo da família
Os resultados da pesquisa "Retratos da Leitura no Brasil" mostraram que o professor ultrapassou a figura da mãe como ator que mais influencia os leitores a lerem. Os pais estão em terceiro lugar. Além disso, 93% leem em casa, por isso, o bom exemplo dos pais diante dos filhos é importante.

A diretora-presidente do Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), Maria Alice Setubal, contou que seu interesse pela leitura começou com sua mãe. "Tive o privilégio de ter uma mãe que era uma grande leitora, lembro de ela ler os livros de Monteiro Lobato... Eu e meus imrãos também ficávamos fascinados com as histórias que minha mãe contava sobre os livros que ela lia", revelou.

"Quem é inoculado com o hábito de ler para seu filho sente-se extremamente gratificado", emendou o vice-presidente da Fundação Itaú Social, Antonio Matias. "É um momento que pode ser transformador na vida das pessoas, uma experiência muito prazerosa e extremamente importante", conclui.

A relação afetiva e de exemplo também é muito importante. A pesquisa também confirmou o que já sabíamos: quem viu mais a mãe lendo lê mais. Quem ganhou livros quando criança lê mais.

Leia a matéria 10 dicas para incentivar seu filho a ler.
2. Alfabetização na idade correta
Leitura e alfabetização estão intimamente ligadas. "Não conseguimos alfabetizar as crianças na idade correta", lamentou Maria Alice Setubal, diretora-presidente do Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), "ainda não cumprimos essa tarefa básica e dela depende o desenvolvimento da paixão pela leitura."

A criança que lê desde cedo possui uma condição de alfabetização e aprendizagem superior. A falta do hábito de leitura está entre as causas da dificuldade de aprendizagem, o que pode levar, no futuro, à evasão no Ensino Médio, um dos grandes problemas da Educação brasileira. Além disso, como cativar leitores se eles não compreendem direito o que leem? "É impossível imaginar o desenvolvimento de um cidadão se ele não puder aprender sempre", reforçou Antonio Matias, vice-presidente da Fundação Itaú Social.
3. Qualificação de bibliotecas e bibliotecários
33% dos 164,8 milhões de brasileiros que não frequentam bibliotecas responderam que nada os faria passar a frequentá-las. Adriana Ferrari, da secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, acredita que a biblioteca precisa oferecer atividades diferentes e preparar sua equipe para estimular a leitura. "Há o mito de que a biblioteca é um espaço modorrento, mas quantas de fato são organismos vivos dentro das suas comunidades?", provocou.

O seminário trouxe o exemplo da elogiadíssima Biblioteca Pública do Acre, reinaugurada em 2008. Por seu ambiente agradável e interativo, tem conseguido atrair grande número crescente de visitantes acreanos.
4. Projetos de incentivo à leitura
Quando a família e a escola não cumprem o papel de formar leitores, os projetos privados ou públicos ganham destaque na tarefa de conquistar adeptos para a leitura.

O Educar selecionou 16 projetos que têm feito essa diferença. Acesse a lista: 16 projetos que incentivam a leitura

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada