Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

PROJETOS

Para gostar de ler

Descobrir o prazer de ler é o primeiro passo para formar bons leitores, de qualquer idade


01/06/2008 17:58
Texto Gabriel Grossi
Nova-Escola
Foto: Marcos Rosa
Foto: É preciso mostrar que ler pode ser divertido
É preciso mostrar que ler pode ser divertido

Pessoas que não são leitoras têm a vida restrita à comunicação oral e dificilmente ampliam seus horizontes, por ter contato apenas com idéias próximas das suas, nas conversas com amigos. Como costuma dizer a consultora pedagógica de Nova Escola, Regina Scarpa, "é nos livros que temos a chance de entrar em contato com o desconhecido", conhecer outras épocas e outros lugares - e, com eles, abrir a cabeça. Por isso, incentivar a formação de leitores é não apenas fundamental no mundo globalizado em que vivemos. É trabalhar pela sustentabilidade do planeta, garantir a convivência pacífica entre todos e o respeito à diversidade. Nesta reportagem, dicas para formar leitores de todas as idades.

1808 Especial Importância da Leitura
Ler é um hábito poderoso que nos faz conhecer mundos e ideias. Descubra a importância da leitura para todas as idades!

 

Para ler, clique nos itens abaixo:
A importância de ler antes dos 3 anos
Ler é importante porque: enriquece o imaginário e amplia o vocabulário. É importante ler para as crianças mesmo quando elas ainda não sabem falar direito. Pode parecer estranho, mas assim são colocadas em contato com dimensões das linguagens oral e escrita que não chegariam a elas de outra forma. Mais para frente esse contato será essencial para o seu desenvolvimento. As crianças até os três anos não captam muito bem o enredo da história, mas, segundo Fraulein Vidigal da Paula, doutora em Psicologia Escolar, já percebem que a fala usada no dia-a-dia é diferente da usada numa leitura, que tem cadência, ritmo e emoção. Dessa forma elas ficarão habituadas com os livros desde cedo.

Como estimular: leia para a criança. Mesmo que ela não entenda tão bem a história, isso vai ajudá-la a estabelecer uma boa relação com os livros. Também há livros feitos em pano, cheio de desenhos, que ajudam as crianças a se familiarizarem com o formato dos livros e fazem perceber a existência da grafia.

Isto dá certo: o projeto Leitura no Berçário, Por Que Não? criou uma boa estratégia para estimular a leitura desde o nascimento. Ele leva livros de feltro e pano que tem as fotos dos próprios bebês ao lado de desenhos de bichos. Assim, a criança se reconhece, se empolga e continua a brincadeira pegando outros livros.
A importância de ler entre 4 e 6 anos
Ler é importante porque: ajuda a criança a se familiarizar com a escrita. E, nesta fase da alfabetização, ela começa a tomar gosto pelos livros. A leitura diária ajuda a criar familiaridade com o mundo da escrita e a expandir o vocabulário. Para isso acontecer, livros com estrutura de repetição fazem-nas memorizar novas palavras. Contos de fada também podem ajudar na formação da personalidade das crianças -- elas interpretam a simbologia contida de acordo com suas vivências.

Como estimular: não deixe a leitura acabar nela mesma. Se a criança demonstrar curiosidade, já é hora de oferecer outro livro, segundo a dica da coordenadora pedagógica Denise Braga.

Isto dá certo: no projeto Vitrine, idealizado por Denise Carvalho, as crianças usam o livro como ponto de partida para manifestar a sua criatividade. Usando as páginas como base, elas soltam a sua imaginação ao criar desenhos que ficam expostos na livraria que sedia o projeto.
A importância de ler entre 7 e 9 anos
Ler é importante porque: a criança chegou à idade das letras. Agora que o processo de alfabetização avança, é um momento essencial para aproximá-la dos livros. Nessa idade, ela pode passar gradualmente de livros cheios de figura para livros mais difíceis, divididos em capítulos - ela ganha autonomia e pode ler um capítulo por vez. Familiarizar a criança com diferentes gêneros literários também ajudará em sua capacidade de produzir textos. Além disso, também é agora que ela começa a formar um gosto específico e a ter um repertório maior de histórias.

Como estimular: apesar da criança já ler por conta própria, não perca o costume de ler para elas. Para a escritora Fanny Abramovich, contar histórias com paixão e não forçar a barra são ótimas formas de estimular a leitura. A leitura em voz alta garante que o livro seja o centro das atenções.

Isto dá certo: o estudante Marcos Túlio Damasceno notou que sobrava espaço na borracharia da família que tinha potencial para ser usado para um ótimo fim. Foi assim que ele criou a Borrachalioteca, uma biblioteca dentro de uma borracharia. Freqüentada por jovens, ela reúne um acervo de sete mil livros.
A importância de ler entre 10 e 12 anos
Ler é importante porque: ajuda o pré-adolescente a descobrir o mundo. O hábito também dará uma força na formação do pensamento hipotético e dedutivo, além de incentivar a capacidade de abstração. O jovem aumenta o conhecimento e a percepção do mundo. A leitura surge como um instrumento que a ajuda a confrontar idéias, ideais e valores. É nessa fase que começa a formação da capacidade crítica.

O desafio de fazê-lo abrir um livro por vontade própria pode aumentar com o passar do tempo. Ao tentar forçá-lo a ler, muitas atividades escolares só tendem a separar ainda mais o aluno do livro e é essencial que esse quadro seja revertido na chegada da criança à adolescência.

Como estimular: procure indicar, mas nunca forçar, livros que reflitam as transformações que eles estão passando nessa época. Histórias que mostrem mudanças, com narradores próximos à realidade do leitor, podem ajudar ele a assimilar essa fase da vida.

Isto dá certo: o Instituto Gerdau começou o seu trabalho doando diversos acervos para escolas, num total de mais de um milhão de livros. Mas percebeu que isso não era suficiente para estimular a leitura. Agora as escolas agraciadas precisam explicar qual será o aproveitamento dado aos livros e o próprio instituto dá suporte aos educadores dos locais.
A importância de ler entre 13 e 15 anos
Ler é importante porque: desenvolve habilidades fundamentais como a comunicação e o trabalho em equipe. O adolescente conquista um poder de reflexão muito maior. E, agora, é a hora de tentar ir além do livro. Sua visão não se restringe mais à da obra vista como um universo fechado e é a partir da leitura que ele vai abordar todas as questões do mundo que o cerca. A escritora Ivana Arruda Leite diz que não há porque filtrar a leitura do jovem e evitar questões como o racismo e a violência. Assim, o jovem criará bases para formar a sua própria opinião sobre as coisas.

Como estimular: o jovem nessa idade tende a se interessar muito por um único autor ou por uma série com os mesmos personagens. É muito importante incentivar o jovem para que ele busque outros autores e histórias e, assim, abra novos horizontes.

Isto dá certo: O programa Ler é Preciso, desenvolvido pelo Instituto Ecofuturo, vai além do incentivo à leitura e também estimula a escrita. Tudo começa nos primeiros contatos do público alvo com os livros. O programa já implementou 70 bibliotecas comunitárias no Brasil inteiro, em sete estados, com acervos de literatura infanto-juvenil.
A importância de ler depois de adulto
Ler é importante porque: desenvolve ainda mais a capacidade de reflexão e interpretação e dinamiza o raciocínio lógico. Nessa fase da vida em que as pessoas costumam parar de estudar formalmente, a leitura toma o papel essencial como ampliadora de vocabulário e forma de adquirir conhecimento. Ela promove viagens por mundos desconhecidos e amplia horizontes, reais e imaginários, elevando os níveis de cultura e conhecimento geral do adulto.

Como estimular: é fundamental fazer o adulto perceber que a leitura é muito mais que uma perda de tempo, podendo ajudá-lo em conquistas palpáveis. O tempo de filas e ônibus pode ser muito melhor aproveitado através da leitura, que dá uma boa mão ao adulto tanto em conversas de bar quando na entrada numa faculdade.

Isto dá certo: o projeto Embarque na Leitura, iniciativa do Instituto Brasil Leitor, instala bibliotecas no metrô de São Paulo. Com isso, ele transforma o adulto estressado com a correria da cidade grande em um leitor que aproveita o seu tempo gasto no transporte.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada