Educar para Crescer
busca

Educar para crescer

CONHECIMENTO

Livros para gostar de ler Geografia

Professores das redes de ensino pública e privada escolhem obras que complementam o conteúdo de temas geográficos


28/05/2015 09:56
Texto Marion Frank
Educar
Foto: Nana Sievers
Foto: Geografia é a ferramenta adequada para apontar o que anda acontecendo Terra afora
Geografia é a ferramenta adequada para apontar o que anda acontecendo Terra afora

Foi-se o tempo em que assistir a uma aula de Geografia significava dar a volta ao mundo atrelado a dezenas de nomes decorados (às pressas!) de cidades, rios e montanhas, sem saber direito onde ficavam os países que lhe diziam respeito - decoreba, é sabido, não faz aluno algum ganhar conhecimento, certo? Hoje, ao contrário, aula de Geografia é sinônimo de atualidade, tanto na didática quanto no tema em si, ferramenta adequada para apontar o que anda acontecendo Terra afora, seja de olho na natureza, na relação do homem com o seu habitat ou na exploração do solo, por exemplo.

1808 Especial Dicas de Livros
Centenas de dicas de todos os gêneros literários, para você e sua família!

"Geografia é fundamental, mas ainda há quem não perceba como ela está presente no dia a dia...", atenta a professora Adriana Gallão, do Liceu de Artes e Ofícios, em São Paulo. "Até quando se faz um deslocamento pela cidade, o caminho que você segue de um lugar para outro, é aplicação prática de conhecimentos geográficos". Fenômenos climáticos? Idem. E o que dizer da rua onde se vive? "É o espaço de vivência por excelência", comenta Silas Martins Junqueira, professor da rede municipal. "E trabalhar com obras que deem atenção à rua é explorar o significado daquilo que conhecemos tão bem". Ou seja: detalhar, com a ajuda da Geografia, um universo de importância vital a todos nós.

Bom de constatar é que há o que escolher entre obras que intensificam o interesse por Geografia graças a um estilo narrativo que nada tem de didático; ao contrário, é próprio da literatura. Com a experiência de Adriana e Silas, e também da colega de profissão Lisângela Kati do Nascimento, foram selecionados livros para montar uma minibiblioteca em casa - e assim cultivar diariamente a atração, entre jovens e crianças (afora os adultos, naturalmente), por uma disciplina tão afeita a provocar a curiosidade pelo mundo em que vivemos. E assim transformar cada leitor, como bem definiu Lisângela, "em um sujeito social capaz de nele intervir de maneira consciente e propositiva".

Para ler, clique nos itens abaixo:
1. Nossa rua tem um problema

Autor: Ricardo Azevedo
Editora: Ática, integra a coleção "Boi Voador"
Indicado para: a partir de 8 anos

A mesma rua é apresentada segundo a visão de um menino e de uma menina. A interpretação é subjetiva, claro, com cada um expondo o entendimento mais íntimo sobre o que acontece ao redor. Mas, aos poucos, se descobre que há muito em comum nesses olhares...
2. Os Meninos da Rua Paulo

Autor: Ferenc Molnár
Editora: Cosac Naify
Indicado para: a partir de 13 anos

É um clássico da literatura húngara que já ganhou fronteiras, tornando-se uma das novelas juvenis de maior público em todo o mundo. A história se passa na capital Budapeste, no final do século 19. O dia a dia da garotada de uma rua imaginária, as perdas e os ganhos de situações que os colocam em confronto com os mais velhos ou com eles mesmos. E a rua sempre funcionando como espaço de luta e poder.
3. Se Essa Rua Fosse Minha

Autor: Bel Linares e Alcy
Editora: Saraiva
Indicado para: a partir de 8 anos

O livro traz uma série de cantigas, que permite a divulgação de trabalhos importantes sobre o folclore brasileiro e suas origens portuguesa, africana e indígena. A riqueza dos desenhos e jogos favorece a exploração do imaginário infantil, além de trabalhar com o desenvolvimento da leitura e da escrita fora da sala de aula. O livro também explora a importância dos espaços de vivência, de pertencer a um lugar. Indicado para alunos do 3º ao 4º anos.
4. Crônicas de São Paulo

Autor: Daniel Munduruku
Editora: Callis
Indicado para: a partir de 13 anos

São dez crônicas sobre lugares de São Paulo que possuem nomes indígenas, caso de Tatuapé, Ibirapuera, Jabaquara, Guarapiranga, Butantã, Pirituba... Munduruku, que pertence a uma comunidade indígena do Pará, cria histórias e situações que podem estar na origem dos nomes de logradouros paulistanos. Exemplo? "Rio da assombração" é o significado (instigante!) de Anhangabaú. Uma rara oportunidade de conhecer o olhar indígena sobre a metrópole.
5. Muito prazer, dona rua!

Autor: Murilo Cisalpino
Editora: Scipione
Indicado para: a partir de 8 anos

Com ilustrações de Zeflávio Teixeira, a obra é inteiramente montada em versos simples e rimados, que atraem a atenção dos mais novos sobre o lugar em que vivem, comparando, por exemplo, os hábitos dos moradores das grandes cidades.
6. Violino Cigano e outros contos de mulheres sábias

Autor: Regina Machado
Editora: Cia. das Letras
Indicado para: a partir de 12 anos

Tem a particularidade de divulgar histórias da tradição oral de diversos países (Tibete, Turquestão, Armênia, Grécia e Brasil, entre outros). E, em todas elas, destaque para a figura feminina, heroica, que não depende de homem algum para driblar os contratempos e seguir em frente. Uma volta ao mundo seguindo as pegadas da narrativa popular.
7. Além do portão da Vila

Autor: Eliana Martins
Editora: Edições SM
Indicado para: a partir de 14 anos

Conta a história de uma menina que vive numa vila operária, em São Paulo, entre as décadas de 20 e 50. Cora, a protagonista, testemunha as mudanças econômicas, sociais e políticas que mudaram por completo a cidade. Temas como imigração, Revolução de 1932 e movimento sindical são abordados com uma narrativa que sabe prender a atenção de quem lê.
8. A volta ao mundo em 80 dias

Autor: Júlio Verne
Editora: L&PM Editores
Indicado para: a partir de 12 anos

A biografia do francês Verne começa com um fato notório, o de ele ter fugido de casa, aos 11 anos, para ser marinheiro. A escapada durou pouco e ele voltou para o lar, jurando que só iria viajar dali pra frente na imaginação, o que o fêz escritor. Foram mais de 80 livros publicados e um dos mais populares é, sem dúvida, "A volta ao mundo em 80 dias". Nele, uma dupla de personagens usa todo tipo de transporte - e enfrenta todo tipo de desafio - para dar a volta ao mundo em apenas 80 dias de modo a vencer uma aposta milionária para o final daqueles anos 1800: 20 mil libras.
9. Viagem ao centro da Terra

Autor: Júlio Verne
Editora: L&PM Editores
Indicado para: a partir de 12 anos

Outro clássico assinado pelo escritor francês, marcado por uma narrativa descritiva de tudo o que rodeia. Visionário, com um pé na ficção científica, Verne muitas vezes apresenta um mundo inverossímil, mas não menos atraente, estimulando a vontade de desbravá-lo. Publicado em 1864, quando se conhecia muito pouco sobre o planeta, Verne faz seus personagens penetrarem superfície abaixo, aventura que se mantém fascinante através dos tempos.
10. Cem dias entre céu e mar

Autor: Amyr Klink
Editora: Cia. das Letras
Indicado para: a partir de 13 anos

A épica travessia do Atlântico a bordo de um minúsculo barco a remo, desafio que exige de Klink um preparo minucioso antes de se lançar ao mar, informando-se de correntes marítimas a fenômenos do clima. Relato altamente informativo para quem se interessa pelo planeta.
11. Paratii - Entre dois polos

Autor: Amyr Klink
Editora: Cia. das Letras
Indicado para: a partir de 12 anos

Tudo o que leva a assinatura de Klink é surpreendente. Caso do projeto que dá conteúdo a este livro, permanecer aproximadamente um ano na Antártida a bordo de um veleiro (projetado por ele mesmo) - e, nesse período, ficar seis meses imobilizado no gelo -, em companhia de leões-marinhos, gaivotas e pinguins. Navegação solitária de mais de 50 mil quilômetros, realizada em 1989, que anima a fantasia de quem lê.
12. Em busca do sonho - Vinte anos de aventuras da família Schürmann

Autor: Heloisa Schürmann
Editora: Grupo Riviera
Indicado para: a partir de 14 anos

Relato das aventuras dos Schürmann, que já deram duas voltas ao mundo de barco desde a década de 80. Entre outros testemunhos importantes do ponto de vista geográfico, o da poluição do mar, que só tem se agravado com o passar do tempo.
13. Dois Irmãos

Autor: Milton Hatoum
Editora: Companhia das Letras
Indicado para: a partir de 14 anos

Um modo muito especial de aproximar o universo amazônico - e a capital Manaus, em particular - para os nossos jovens, afora o contato com o estilo de escrever de um dos nomes mais importantes da literatura contemporânea do País.
14. Atlas Visuais

Editora: Ática
Indicado para: maiores de 12 anos

A coleção aborda com riqueza de imagens diversas áreas do conhecimento, mas quem se interessa por Geografia vai gostar em especial dos números dedicados ao Universo e ao planeta Terra, por exemplo. Um dos modos mais simples de atiçar a fantasia da garotada, estimulando a ‘viajar’ sem sair de casa.

 

amigos do educar

 


lição de casa

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras. Faça a sua parte!



depoimentos

Marina Silva, Martha Medeiros, Nelson Motta e outras personalidades brasileiras revelam o impacto de uma boa Educação no futuro



recomendamos

EDUCAÇÃO INFANTIL
Como contribuir com essa importante fase de formação da criança

ENSINO FUNDAMENTAL 1
Como acompanhar os primeiros passos da vida escolar de seu filho

ENSINO MÉDIO
Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios

mais lidos

ALFABETIZAÇÃO
11 dicas para ajudar na alfabetização de seu filho

TECNOLOGIA
52 sites que ensinam e divertem a criançada